Seja Sócio Fórum
12 de abril de 2019, 21h47

A pedido de Gilmar Mendes, HC de Lula vai à sessão presencial no STF

Os ministros que integram a Segunda Turma da Corte são, além do próprio Gilmar, Celso de Mello, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia e Edson Fachin, relator do habeas corpus

Foto: EBC
Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu destaque no julgamento de um habeas corpus (HC) para Lula, que seria concluído no plenário virtual da Segunda Turma da Corte. Dessa forma, o caso será encaminhado à sessão presencial do colegiado. No entanto, ainda não há data prevista. Os ministros que integram a Segunda Turma são, além do próprio Gilmar, Celso de Mello, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia e Edson Fachin, relator do HC. O pedido feito por Gilmar foi feito nesta sexta-feira (12). Decisão monocrática A equipe de advogados do ex-presidente solicitou ao STF um HC contra a decisão monocrática do ministro...

Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu destaque no julgamento de um habeas corpus (HC) para Lula, que seria concluído no plenário virtual da Segunda Turma da Corte. Dessa forma, o caso será encaminhado à sessão presencial do colegiado. No entanto, ainda não há data prevista.

Os ministros que integram a Segunda Turma são, além do próprio Gilmar, Celso de Mello, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia e Edson Fachin, relator do HC. O pedido feito por Gilmar foi feito nesta sexta-feira (12).

Decisão monocrática

A equipe de advogados do ex-presidente solicitou ao STF um HC contra a decisão monocrática do ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que negou prosseguimento ao recurso naquela Corte.

No caso de o STF não anular a decisão de Fischer, reabrindo no STJ o recurso, a defesa vai pedir para participar do julgamento do agravo naquele tribunal, com direito a fazer sustentação oral.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum