Imprensa livre e independente
26 de setembro de 2017, 15h19

“Absolvição de Vaccari mostra que Judiciário pode, sim, corrigir arbitrariedades de Curitiba”, diz Gleisi

Em nota, presidenta do PT comentou a segunda absolvição do ex-tesoureiro da legenda Por Redação Para a presidenta do Partido dos Trabalhadores, senadora Gleisi Hoffmann, a absolvição nesta terça-feira (26) do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), demonstra que o Poder Judiciário pode “corrigir arbitrariedades” da vara de Curitiba, comandanda pelo juiz Sérgio Moro. “A segunda absolvição do companheiro João Vaccari no TRF-4 mostra que o Judiciário pode, sim, corrigir as arbitrariedades da Vara de Curitiba”, disse a senadora, por meio de nota. Essa é a segunda absolvição de Vaccari pelo mesmo...

Em nota, presidenta do PT comentou a segunda absolvição do ex-tesoureiro da legenda

Por Redação

Para a presidenta do Partido dos Trabalhadores, senadora Gleisi Hoffmann, a absolvição nesta terça-feira (26) do ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), demonstra que o Poder Judiciário pode “corrigir arbitrariedades” da vara de Curitiba, comandanda pelo juiz Sérgio Moro.

“A segunda absolvição do companheiro João Vaccari no TRF-4 mostra que o Judiciário pode, sim, corrigir as arbitrariedades da Vara de Curitiba”, disse a senadora, por meio de nota.

Essa é a segunda absolvição de Vaccari pelo mesmo tribunal. Nesta ação, ele era acusado de corrupção passiva por, supostamente, coordenar repasses ilegais da Odebrecht ao PT e tinha sido condenado, em primeira instância, a 9 anos de prisão. O TRF4 o absolveu por faltas de prova.

No mesmo processo, o ex-ministro José Dirceu teve a pena aumentada em quase dez anos, para 30 anos e 9 meses. Ele foi condenado na Lava Jato por corrupção e lavagem de dinheiro. Saiba mais aqui.

Veja também:  AO VIVO: Ministro da Educação se explica à Câmara sobre cortes na educação

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum