16 de abril de 2018, 21h55

Acabou o tráfico: Polícia de MG faz ‘grande apreensão’ de um dichavador de maconha vazio

Jovem foi conduzido à delegacia por "uso de maconha", ato que sequer é tipificado no código penal, e tudo o que a PM de Baependi apreendeu foi um triturador com restos da erva; a própria polícia compartilhou a imagem da "grande apreensão" e virou piada nas redes sociais

Um caso ocorrido na última quinta-feira (12) na pequena cidade de Baependi (MG) virou motivo de piadas nas redes sociais. A Polícia Militar prendeu um jovem de 26 por “uso de drogas”, ato que sequer é tipificado no Código Penal. A Lei proíbe e tipifica crimes como porte, produção e tráfico. Neste caso, no entanto, tudo o que a PM apreendeu foi um dichavador com restos do que aparentava ser maconha.

A própria Polícia Militar que divulgou a “grande apreensão” em sua página do Facebook.

“Nesta data, 12/04/18, durante Operação Batida Polícial, a Polícia Militar de Baependi cumpriu mandado de busca e apreensão, em uma residência. No imóvel, a equipe policial encontrou 01 dichavador, contendo em seu interior resquícios de substância com odor características de serem maconha. Foi dada voz de prisão ao infrator, apreendido o material ilícito e encaminhados ao quartel para registro do fato, ocasião em que o cidadão disse ser usuário de maconha. Foi registrado REDS-TC, onde o autor assumiu o compromisso de comparecimento no Juizado Especial Criminal, mediante assinatura em termo de comparecimento e após liberado”, diz a postagem, que virou motivo de piada.

“Acabou o tráfico!”, ironizou um internauta. A postagem já tem mais de 12 mil compartilhamentos.


De acordo com a Polícia Militar, na ocasião, foi cumprido um mandado de busca e apreensão expedido pelo juiz Fábio Garcia Macedo Filho. O boletim de ocorrência informa que os policiais chegaram ao local e, nos arredores da residência, encontraram uma “ponta de cigarro contendo restos de substância semelhante à maconha”. O jovem não teria resistido à entrada dos agentes em sua casa e lá foi encontrado o dichavador. Após assinar um termo de compromisso de comparecer no Juizado Especial Criminal quando solicitado, o jovem foi liberado.

*Com informações do jornal O Tempo