Seja Sócio Fórum
03 de maio de 2018, 14h13

Advogada afirma que situação de João Gilberto é de “miserabilidade”

Músico enfrenta um processo de despejo devido à dívida de pagamentos atrasados e teve de deixar o apartamento onde residia, no Leblon, e foi levado para um imóvel oferecido por uma amiga da família

Foto: Divulgação Aos 86 anos, o idealizador da Bossa Nova vive uma situação de vulnerabilidade física e mental. O quadro de João Gilberto piora ainda mais pela condição de miserabilidade financeira, de acordo com a advogada de sua filha Bebel Gilberto, Simone Kamenetz. Além disso, o músico ainda enfrenta um processo de despejo devido à dívida de pagamentos atrasados. Por isso, ele deixou o apartamento onde residia, no Leblon, na zona sul do Rio de Janeiro, e foi levado para um imóvel oferecido por uma amiga da família. As informações são do site Bemparana. Desde 2017, Bebel está na Justiça...

Foto: Divulgação

Aos 86 anos, o idealizador da Bossa Nova vive uma situação de vulnerabilidade física e mental. O quadro de João Gilberto piora ainda mais pela condição de miserabilidade financeira, de acordo com a advogada de sua filha Bebel Gilberto, Simone Kamenetz. Além disso, o músico ainda enfrenta um processo de despejo devido à dívida de pagamentos atrasados. Por isso, ele deixou o apartamento onde residia, no Leblon, na zona sul do Rio de Janeiro, e foi levado para um imóvel oferecido por uma amiga da família. As informações são do site Bemparana.

Desde 2017, Bebel está na Justiça para interditar o pai. É uma maneira de cuidar de sua saúde e resguardar suas finanças. Apesar de ter feito um acordo milionário com o banco Opportunity em 2013, como adiantamento do valor a ser ganho por uma ação contra a gravadora EMI dois anos depois, João Gilberto não dispõe de recursos até mesmo para ter um plano de saúde. O cantor tem uma hérnia não tratada e não se submete a exames. Bebel, por sua vez, mora em Nova York.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum