19 de fevereiro de 2019, 08h01

Agendamento de reunião de Bebianno com vice-presidente da Globo teria irritado Bolsonaro

Paulo Tonet, que atua como uma espécie de lobista da Globo em Brasília, já teria se reunido com outros membros do núcleo duro do governo desde janeiro

Bolsonaro, Bebianno e Paulo Tonet, da Globo (Montagem/Reprodução)
Coluna da jornalista Mônica Bergamo, na edição desta terça-feira (19) da Folha de S.Paulo, diz que Jair Bolsonaro (PSL) teria se sentido traído ao saber do agendamento de um encontro do ex-secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebianno, com o vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo Globo, Paulo Tonet. Esse teria sido um dos motivos da irritação de Bolsonaro com Bebianno que, junto ao escândalo do laranjal do PSL, teria provocado a queda do ministro. Leia também: Candidata laranja do PSL diz que ministro do Turismo sabia de esquema para lavar dinheiro Paulo Tonet, que atua como uma espécie de lobista da Globo...

Coluna da jornalista Mônica Bergamo, na edição desta terça-feira (19) da Folha de S.Paulo, diz que Jair Bolsonaro (PSL) teria se sentido traído ao saber do agendamento de um encontro do ex-secretário-geral da Presidência, Gustavo Bebianno, com o vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo Globo, Paulo Tonet. Esse teria sido um dos motivos da irritação de Bolsonaro com Bebianno que, junto ao escândalo do laranjal do PSL, teria provocado a queda do ministro.

Leia também: Candidata laranja do PSL diz que ministro do Turismo sabia de esquema para lavar dinheiro

Paulo Tonet, que atua como uma espécie de lobista da Globo em Brasília, já teria se reunido com outros membros do núcleo duro do governo. Segundo a jornalista, Desde janeiro, Tonet já se reuniu com os generais Augusto Heleno e Santos Cruz e também com Onyx Lorenzoni. O encontro com Bebianno acabou cancelado.

Crítico da TV Globo, Bolsonaro se aproximou desde a campanha da TV Record, que vem tendo prioridade na cobertura jornalística do presidente e na relação com o clã Bolsonaro. SBT e Rede TV também fizeram um movimento nas eleições e atualmente têm recebido mais atenção de aliados do presidente.

As rusgas de Bolsonaro com a TV Globo se aprofundaram com a divulgação de um projeto que tem a intenção é acabar com a chamada Bonificação por Volume, ou BV, que paga comissão às agências de publicidade que escolham a Globo como destinatária dos recursos dos clientes.

A proposta do deputado Alexandre Frota (PSL/SP) foi feita sob a batuta de Bolsonaro. “O projeto foi entregue a mim e a uma equipe de profissionais com autorização do Jair. Vou apresentar ao presidente e me reunirei com SBT, RedeTV!, TV Record e talvez a Band”, disse Frota no início de Janeiro.

Recentemente, o deputado também emplacou um aliado na secretaria de Audiovisual. O jornalista Pedro Henrique Peixoto, autor da biografia “Identidade Frota: a estrela e a escuridão”, do ex-ator e atual deputado federal Alexandre Frota (PSL/SP) foi nomeado para exercer o cargo de secretário do audiovisual da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania no governo Bolsonaro.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.