19 de setembro de 2018, 15h44

Alckmin admite que o PT já está no segundo turno

Durante evento da revista Veja, em São Paulo, o tucano diz: “Precisamos é escolher quem vai contra o PT para vencer o PT no segundo turno, esse é o fato”

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Até o PSDB parece já se conformar. Geraldo Alckmin afirmou nesta terça-feira (19) que o PT já garantiu lugar no segundo turno das eleições presidenciais. Durante evento promovido pela revista Veja, em São Paulo, o tucano reconheceu: “Precisamos é escolher quem vai contra o PT para vencer o PT no segundo turno, esse é o fato. O PT já está no segundo turno”, destacou, de acordo com informações de Laís Martins, da Reuters.

Apesar de Jair Bolsonaro estar na liderança de todas as pesquisas, Alckmin não acredita que ele já esteja assegurado no segundo turno. “Eu acho que uma parte dos votos do Bolsonaro é só anti-PT, só anti-PT, estão lá porque acham que é o caminho para derrotar o PT”, disse.

De acordo com ele, sua missão agora é mostrar que as duas opções — Haddad e Bolsonaro — são equívocos e voltou a repetir sua tese de que o Bolsonaro é um “passaporte para a volta do PT”.

Na pesquisa Ibope, divulgada na noite de terça-feira (18), o tucano oscilou negativamente dois pontos percentuais, para 7% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro apareceu em primeiro, com 28%. Haddad cresceu 11 pontos, atingindo 19% e se consolidando na segunda posiçãi isolado.