11 de setembro de 2018, 11h17

Alckmin diz em sabatina que se for eleito fecha a EBC: “Pra quê governo precisa de TV?”

Além disso, Alckmin colocou a culpa pela crise econômica que o país atravessa na "irresponsabilidade do PT e dos adoradores do Lula", Ciro, Marina e Meirelles

Alckmin em Sabatina Folha/UOL/SBT. Foto: Reprodução TV UOL

Na segunda rodada de entrevistas promovida por Folha, o UOL e o SBT, o participante desta terça-feira (11), Geraldo Alckmin, candidato do PSDB à Presidência da República, disse que se eleito vai fechar a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC). “Vou fechar, óbvio. Pra quê governo precisa de TV?”, afirmou.

Sobre o teto dos gastos, Alckmin disse não ser contra, mas sim ao tempo de 20 anos imposto pelo governo Temer. O tucano prometeu ‘apertar o cinto do governo’, privatizando e acabando com as desonerações fiscais.

Além disso, Alckmin colocou a culpa pela crise econômica que o país atravessa na “irresponsabilidade do PT e dos adoradores do Lula”.

Alckmin citou Ciro Gomes (PDT), de acordo come ele, “sempre apoiador”, Marina Silva (Rede), “25 anos de PT”, e Henrique Meirelles (MDB), “presidente do Banco Central do governo Lula”.

Na ordem determinada por sorteio, já foram entrevistados Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede), Guilherme Boulos (PSOL) e Alvaro Dias (Pode).