19 de setembro de 2018, 10h24

Alckmin diz que, se dependesse dele, PSDB não teria participado do governo Temer

Alckmin demorou 15 dias para responder Michel Temer, que publicou vídeo nas redes sociais listando ministros que integraram seu governo que são do PSDB

Geraldo Alckmin. Reprodução/GloboNews

O presidenciável tucano, Geraldo Alckmin, afirmou em entrevista ao Jornal da Globo, na madrugada desta quarta-feira (19), ter sido contra a aliança de seu partido com o governo Temer. “Se dependesse de mim, eu não tinha entrado. Eu falei isso em reunião (…) Nós já não éramos governo há 13 anos”.

Alckmin demorou 15 dias para responder Michel Temer, que publicou vídeo nas redes sociais listando ministros que integraram seu governo que são do PSDB.

Perguntado sobre a sua posição ruim nas pesquisas, Alckmin disse que chegará ao segundo turno e comparou o cenário atual ao da eleição em 2006.

“Se pegar a eleição que fui candidato, a 12 dias [da votação] a diferença [minha] para Lula era de 24 pontos na pesquisa. Na hora que abriu a urna, eram 7. (Tiramos) uma diferença de 17 pontos em 12 dias. E nós não estamos a 12 dias, mas quase 20 dias”, disse o tucano.