Seja Sócio Fórum
08 de maio de 2018, 15h51

Alexandre de Moraes tira caso de Aécio do STF e manda para 1ª instância

Ministro so Supremo manda para a primeira instância seis inquéritos e uma ação penal contra parlamentares, entre eles o senador tucano, informa a jornalista Daniela Lima, da Folha de S.Paulo

Foto: Lula Marques/Agência PT Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal, enviou para a primeira instância seis inquéritos e uma ação penal contra parlamentares, entre os quais o senador Aécio Neves (PSDB-MG), segundo informações de Daniela Lima, da Folha de S.Paulo. A investigação se baseia na acusação de que o tucano, quando foi governador de Minas Gerais, participou da montagem de um suposto cartel, que fraudou licitações para construir a Cidade Administrativa. O caso agora está na Justiça Estadual, em Belo Horizonte. O inquérito, baseado nas delações da Odebrecht, era comandado por Moraes no Supremo. O ministro determinou, ainda, o envio de...

Foto: Lula Marques/Agência PT

Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal, enviou para a primeira instância seis inquéritos e uma ação penal contra parlamentares, entre os quais o senador Aécio Neves (PSDB-MG), segundo informações de Daniela Lima, da Folha de S.Paulo. A investigação se baseia na acusação de que o tucano, quando foi governador de Minas Gerais, participou da montagem de um suposto cartel, que fraudou licitações para construir a Cidade Administrativa. O caso agora está na Justiça Estadual, em Belo Horizonte.

O inquérito, baseado nas delações da Odebrecht, era comandado por Moraes no Supremo. O ministro determinou, ainda, o envio de casos ligados aos deputados Roberto Rodrigues Goes, César Hallum, Carlos Henrique Amorim, Luís Nishimori, Lamarck Gomes, Valdir Rossoni e Ricardo Cavalcanti.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum