27 de junho de 2018, 20h44

Alexandre Garcia, aquele que minimizou notícia sobre estupro, fará programa sobre machismo

Tido como um do jornalistas mais conservadores do país, Alexandre Garcia já minimizou estupro e ironizou quem defende o conceito de feminicídio, mas mesmo assim foi anunciado pela GloboNews em um programa sobre machismo e assédio. Internautas, no entanto, não deixaram passar batido: "Sugiro chamar Hitler para falar sobre nazismo"

Internautas não deixaram passar batido um anúncio feito pela GloboNews em suas redes sociais no final da tarde desta quarta-feira (27). A emissora por assinatura informou que Alexandre Garcia, tido como um dos jornalistas mais conservadores do país, comandará na noite de hoje um programa que terá como pauta o machismo e o assédio.

Leia também
Por comentários preconceituosos, Alexandre Garcia é alvo de críticas nas redes

Os comentários da postagem, no entanto, são quase todos negativos. Internautas lembraram que o jornalista recorrentemente profere frases machistas. A mais recente foi quando compartilhou uma notícia sobre o estupro revelado pela atriz Jane Fonda com a frase “eu eu com isso?”.

“Sugiro chamar o Hitler para falar sobre nazismo”, ironizou um internauta.

Em outra ocasião, chegou a afirmar que “feminicídio é invenção de quem pensa que homicídio é matar ‘hômi’”.

Leia também
Alexandre Garcia ataca mãe brasileira separada do filho por Trump

Já na chamada em vídeo do programa o jornalista mostra que não é apto para falar sobre o tema. Ele pergunta a uma das especialistas convidadas se “há diferenças” entre machismo e feminismo.

Confira a repercussão.