Seja Sócio Fórum
02 de outubro de 2018, 17h08

Alvaro Dias divulga fake news sobre quebra do sigilo da delação de Palocci

Alvaro Dias saiu em defesa de Sérgio Moro alegando que o juiz não retirou o sigilo da delação por conta da semana de eleição, mas por um pedido do advogado de Lula; Cristiano Zanin, que integra a defesa do ex-presidente, desmentiu o candidato publicamente

Reprodução
O advogado Cristiano Zanin, que integra a defesa do ex-presidente Lula, usou o Twitter na tarde desta terça-feira (2) para desmentir Alvaro Dias, candidato à presidência pelo Podemos. Dias, também pela rede social, saiu em defesa do juiz Sérgio Moro ao afirmar que o magistrado não agiu por razões eleitoreiras ao retirar o sigilo da delação do ex-ministro Antônio Palocci a apenas 6 dias da eleição, mas que o fez pois esse teria sido um pedido dos advogados de Lula. Zanin, então, acusou Alvaro Dias de fake news. “Candidato, o senhor está divulgando fake news. Como advogados de Lula não...

O advogado Cristiano Zanin, que integra a defesa do ex-presidente Lula, usou o Twitter na tarde desta terça-feira (2) para desmentir Alvaro Dias, candidato à presidência pelo Podemos.

Dias, também pela rede social, saiu em defesa do juiz Sérgio Moro ao afirmar que o magistrado não agiu por razões eleitoreiras ao retirar o sigilo da delação do ex-ministro Antônio Palocci a apenas 6 dias da eleição, mas que o fez pois esse teria sido um pedido dos advogados de Lula.

Zanin, então, acusou Alvaro Dias de fake news. “Candidato, o senhor está divulgando fake news. Como advogados de Lula não fizemos esse pedido. A divulgação foi iniciativa do juiz”, escreveu.

Nesta segunda-feira (1), logo após vir a público a retirada do sigilo da delação premiada de Palocci, Zanin divulgou uma nota em que informa que a atitude de Moro reforça o “caráter político” da prisão de Lula. Confira aqui.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum