Imprensa livre e independente
28 de março de 2019, 12h40

Ana Hickmann tira foto com Bolsonaro e é chamada de “Barbie Fascista” nas redes

Na legenda ela escreveu: “Hoje eu tive a honra de conhecer o meu presidente”

Foto: Instagram
A modelo e apresentadora Ana Hickmann foi muito criticada nas redes após publicar foto, junto com o seu marido, o empresário Alexandre Correa, na sua conta do Instagram, nesta quarta-feira (27), ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ). Na legenda ela escreveu: “Hoje eu tive a honra de conhecer o meu presidente”.   Visualizar esta foto no Instagram.   Hoje tive a honra de conhecer meu presidente @jairmessiasbolsonaro Foto @moreirafilmes Uma publicação compartilhada por Ana Hickmann 🅰️➕ (@ahickmann) em 27 de Mar, 2019 às 4:33 PDT As reações foram, em grande maioria, negativas. Um dos internautas chegou a chamar a...

A modelo e apresentadora Ana Hickmann foi muito criticada nas redes após publicar foto, junto com o seu marido, o empresário Alexandre Correa, na sua conta do Instagram, nesta quarta-feira (27), ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ).

Na legenda ela escreveu: “Hoje eu tive a honra de conhecer o meu presidente”.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Hoje tive a honra de conhecer meu presidente @jairmessiasbolsonaro Foto @moreirafilmes

Uma publicação compartilhada por Ana Hickmann 🅰️➕ (@ahickmann) em

As reações foram, em grande maioria, negativas. Um dos internautas chegou a chamar a modelo de “Barbie Fascista”.

Ana Hickmann reagiu: “Vendo todos os comentários e ainda não consigo entender as pessoas que acham que todo mundo tem que ter a mesma opinião. O nosso país sempre fala em democracia, mas sempre tem aqueles que se negam a aceitar [a democracia]. Cada um tem o livre arbítrio para escolher o que achar melhor”, disse.

A modelo disse ainda:

“Uns gostam de magros, outros de gordos, uns preferem loiras, outros, morenas, e por aí vai. E ninguém é menos importante por isso. Vamos aprender a respeitar, independentemente de apoiar partido A, B ou C. Eu não tenho partido, eu tenho o Brasil. Meu país, minha casa”, concluiu.

Veja também:  Homem que atropelou manifestantes no Rio de Janeiro é procurado

 

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum