ASSISTA
17 de junho de 2012, 16h32

Anatel tenta fechar rádio Cúpula

Ativistas, participantes da Cúpula dos Povos, fazem cordão de isolamento para barrar fiscais

Ativistas, participantes da Cúpula dos Povos, fazem cordão de isolamento para barrar fiscais

Por Adriana Delorenzo 

Atualizada às 18h45

Em meio à Cúpula dos Povos na Rio+20, dois fiscais da Anatel tentaram fechar a Rádio Cúpula, organizada pela sociedade civil, com transmissão pela 90.7 FM do Rio de Janeiro. A alegação dos fiscais era de que a transmissão seria ilegal.

Houve uma segunda tentativa de fechamento, cerca de duas horas após a primeira. Ativistas estão no momento protestando. Transmissão ao vivo aqui. Por enquanto, a rádio continua no ar. A Polícia Federal está na rádio e os mebros estão tentando negociar.

Na primeira tentativa, foi feito um cordão de isolamento na frente do local onde a rádio está instalada para evitar a ação, neste domingo, 17. “Foi a sociedade civil que impediu que os fiscais fechassem a rádio, a população ao redor se mobilizou em protesto”, afirmou Leonardo Neves, um dos articuladores do movimento que criou a rádio.

Para Cláudio Sales, da rádio comunitária Pop Goiaba, de Niterói, que participa da Rádio Cúpula, essa ação foi emblemática. “Mostra o que está acontecendo no Brasil todo. Como aqui é uma atividade interacional vai ter mais repercussão, na favela a polícia chega a bala” .

Na opinião de João Brant, do Coletivo Intervozes, que atua na defesa do direito à Comunicação, o que aconteceu foi surreal. “Demonstra o quão nas trevas estamos nesse debate. É um sinal de que há muita coisa a ser transformada”, disse.

É possível ouvir a rádio também pela internet, no site da Cúpula dos Povos.

Primeira tentativa da Anatel. Foto: Fora do Eixo

Segunda vez. Foto: Fora do Eixo