Imprensa livre e independente
20 de setembro de 2018, 17h56

Anitta, enfim, se pronuncia sobre eleições: “Não voto em candidato machista e homofóbico”

Apontada como uma beneficiária direta do chamado "pink money", a cantora vinha sendo pressionada pela comunidade LGBTI a entrar na campanha '#EleNao', contra Jair Bolsonaro

Reprodução/Twitter
Depois de dias e dias de pressão de internautas, a cantora Anitta resolveu, finalmente, se pronunciar sobre as eleições. Ela gravou um vídeo, divulgado nesta quinta-feira (20) em seus perfis das redes sociais, em que afirma: “Não voto em candidato machista, homofóbico e racista”. pic.twitter.com/xnQKP6X9P0 — Anitta (@Anitta) 20 de setembro de 2018 A declaração da cantora vem em meio a uma intensa mobilização online da comunidade LGBTI para que ela se posicione contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL) tal como fizeram inúmeras outros artistas através da campanha #EleNão. Até mesmo uma hastag -#AnittaDigaNaoAoFascismo – foi criada para viralizar a...

Depois de dias e dias de pressão de internautas, a cantora Anitta resolveu, finalmente, se pronunciar sobre as eleições. Ela gravou um vídeo, divulgado nesta quinta-feira (20) em seus perfis das redes sociais, em que afirma: “Não voto em candidato machista, homofóbico e racista”.

A declaração da cantora vem em meio a uma intensa mobilização online da comunidade LGBTI para que ela se posicione contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL) tal como fizeram inúmeras outros artistas através da campanha #EleNão. Até mesmo uma hastag -#AnittaDigaNaoAoFascismo – foi criada para viralizar a campanha.

O argumento dos LGBTIs é que Anitta deveria se declarar contra as posições homofóbicas e machistas de Bolsonaro já que ela seria uma das grandes beneficiárias do chamado “pink money” – o dinheiro angariado graças à comunidade LGBTI.  Anitta foi uma das principais atrações da última Parada LGBT de São Paulo, considerada uma das maiores do mundo.

Na quarta-feira (19), em meio à pressão, a cantoria havia afirmado que não queria dar sua opinião sobre política. “Eu tenho, sim, o meu candidato. Como cidadã, eu fiz o meu dever. Eu pesquisei e escolhi, dentro do que acredito, o meu candidato. Mas, assim como vocês, eu também tenho o direito de ter o meu voto secreto”, disse.

Veja também:  PT cobra TSE sobre revelações do esquema de Whatsapp em benefício da campanha de Bolsonaro

O novo vídeo veio, provavelmente, como resposta a eleitores de Bolsonaro que começaram a aventar a ideia de que Anitta, diante de seu silêncio, fosse apoiadora do capitão da reserva.

“Pink Money”

Diante da polêmica envolvendo Anitta e sua responsabilidade com a causa LGBTI, o youtuber Spartakus Santiago gravou um vídeo em que explica o conceito de “pink money”.

Assista.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum