Imprensa livre e independente
18 de março de 2019, 07h32

Ao lado de Olavo de Carvalho e Steve Bannon, Bolsonaro tem jantar nos EUA

Presidente se reúne com conservadores do país e fala em combater o "antigo comunismo". Nesta segunda (18) deve assinar acordo para permitir uso comercial da Base de Alcântara

(Foto: Alan Santos/PR)
O presidente Jair Bolsonaro desembarcou nos EUA neste domingo (17) e seu primeiro compromisso oficial foi um jantar com conservadores do país. Ele se sentou à mesa entre Olavo de Carvalho e o ex-estrategista de Donald Trump, Steve Bannon. A ceia foi na residência do embaixador do Brasil em Washington, Sergio Amaral. Segundo o porta-voz da Presidência da República, Otávio Santana do Rêgo Barros, o presidente discursou, “levantou ideias” e, depois, conversou com os convidados. “As ideias do presidente são de fortalecer nosso comércio reconhecendo que os Estados Unidos são o segundo mercado para os produtos brasileiros; que a diplomacia de...

O presidente Jair Bolsonaro desembarcou nos EUA neste domingo (17) e seu primeiro compromisso oficial foi um jantar com conservadores do país. Ele se sentou à mesa entre Olavo de Carvalho e o ex-estrategista de Donald Trump, Steve Bannon. A ceia foi na residência do embaixador do Brasil em Washington, Sergio Amaral.

Segundo o porta-voz da Presidência da República, Otávio Santana do Rêgo Barros, o presidente discursou, “levantou ideias” e, depois, conversou com os convidados. “As ideias do presidente são de fortalecer nosso comércio reconhecendo que os Estados Unidos são o segundo mercado para os produtos brasileiros; que a diplomacia de fortalecer a democracia neste lado do Ocidente é extremamente importante; reconhecendo que aspectos relativos ao antigo comunismo não podem mais imperar nesse nosso ambiente que vivenciamos.”

Leia também:

Flávio Dino: “Não vamos admitir tirar pessoas de suas casas para atender os interesses dos EUA”

Eduardo Bolsonaro vai ao Estados Unidos e fala mal de brasileiros

Estiveram presentes no encontro: sete ministros de Estado que integram a comitiva; Eduardo Bolsonaro, deputado federal e filho do presidente; Filipe Martins, assessor especial da área internacional da Presidência; Sergio Amaral, embaixador do Brasil em Washington; Olavo de Carvalho, escritor; Steve Bannon, ex-estrategista de Donald Trump; Gerald Brant, articulador de Bolsonaro à época da campanha; David Shedd, pesquisador visitante da Fundação Heritage; Chris Buskirk, editor do site American Greatness; Mary Anastasia O’Grady, colunista do Wall Street Journal; Walter Russell Mead, colunista do Wall Street Journal; Matt Schlapp, presidente da União Conservadora Americana; Roger Kimball, editor da revista New Criterion.

Veja também:  Milhares tomam as ruas de BH em ato antimanicomial

No Twitter, Eduardo Bolsonaro chamou o encontro de “sensacional encontro” e “grande noite”. “Me surpreendeu positivamente, porque esses jantares normalmente são muito blá-blá-blá, mas este não”, disse Olavo de Ccarvalho.

Nesta segunda (18), Bolsonaro terá reuniões hoje (18) com o ex-secretário do Tesouro norte-americano Henry “Hank” Paulson, participa de cerimônia de assinatura de atos e janta com executivos do Conselho Empresarial Brasil-Estados Unidos. Com Paulson, deverá assinar o acordo que permitirá o uso comercial da Base de Lançamentos Aeroespaciais de Alcântara (MA).

*Com informações do UOL e Agência Brasil.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum