Imprensa livre e independente
18 de agosto de 2017, 11h15

Aplaudida por seu voto contra Bolsonaro, ministra do STJ é xingada nas redes

Depois que votou para manter a condenação de Jair Bolsonaro por ofensas à deputada Maria do Rosário (PT-RS), Nancy Andrighi passou a receber uma série de ligações e e-mails com xingamentos.

Depois que votou para manter a condenação de Jair Bolsonaro por ofensas à deputada Maria do Rosário (PT-RS), Nancy Andrighi passou a receber uma série de ligações e e-mails com xingamentos. Da Redação* O Painel, da Folha, informa que a ministra Nancy Andrighi, do STJ, relatou a colegas que depois que votou para manter a condenação de Jair Bolsonaro por ofensas à deputada Maria do Rosário (PT-RS), na terça-feira (15), passou a receber uma série de ligações e e-mails com xingamentos. Em longo voto, a ministra defendeu que a ofensa perpetrada pelo deputado toca numa questão de extrema necessidade na sociedade...

Depois que votou para manter a condenação de Jair Bolsonaro por ofensas à deputada Maria do Rosário (PT-RS), Nancy Andrighi passou a receber uma série de ligações e e-mails com xingamentos.

Da Redação*

O Painel, da Folha, informa que a ministra Nancy Andrighi, do STJ, relatou a colegas que depois que votou para manter a condenação de Jair Bolsonaro por ofensas à deputada Maria do Rosário (PT-RS), na terça-feira (15), passou a receber uma série de ligações e e-mails com xingamentos.

Em longo voto, a ministra defendeu que a ofensa perpetrada pelo deputado toca numa questão de extrema necessidade na sociedade brasileira, que é a violência contra a mulher – “uma realidade apavorante para a maioria das mulheres deste país”, classificou.

De acordo com a relatora, “o desprezo demonstrado pela dignidade sexual reforça e incentiva a perpetração dos traços de uma cultura que ainda subjuga a mulher”.

“Na hipótese dos autos, percebe-se que a mensagem encontrou grande reverberação em seu público, o que tem a consequência de reforçar a concepção bárbara que a vítima concorre para o delito”, disse.

Veja também:  Bolsonarista que assassinou Moa do Katendê durante a eleição vai a juri popular em 11 de setembro

Ao final de seu voto, em gesto inusitado, a ministra foi aplaudida pela plateia.

*Com informações do Painel da Folha

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum