Segunda Tela

28 de junho de 2016, 10h28

Após declaração polêmica contra gays, Patrícia Abravanel critica africanos

Apresentadora do SBT afirmou que “em países muito místicos, o povo deixa de trabalhar” e sofre as consequências por isso; ela citou como exemplo o povo africano e exaltou os Estados Unidos como uma sociedade “mais racional”

Por Redação

A apresentadora do SBT Patrícia Abravanel deu mais uma declaração controversa em rede nacional. Depois de ter gerado polêmica ao afirmar que relações homoafetivas não são “normais”, a filha de Silvio Santos mirou suas opiniões no povo africano.

“Em países muito místicos (…), o povo deixa de trabalhar porque fica tão místico, que deixa de fazer as coisas certas para poder chegar num objetivo. Em países mais racionais, que têm uma fé em deus, mas que acredita no esforço, no suor, no trabalho, no você ‘se portar’, ter um casamento e ter que cuidar dele, esses países vão mais pra frente. Então, um exemplo: a África é muito mística, e a gente vê as consequências, e os EUA é mais racional, protestante, onde acredita no suor. Então, eu acho que a gente tem que avaliar nossa crença através dos frutos que elas nos trazem”, disse.

Veja também:  Fantástico, da Globo, critica duramente Bolsonaro e Joice Hasselmann em quadro de humor

A atitude, claro, gerou repercussão nas redes sociais.
Confira abaixo alguns comentários.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum