09 de setembro de 2018, 18h14

Após luta contra o câncer, Mr. Catra morre aos 49 anos

Mr. Catra revelou no final de 2017 que tinha câncer no estômago. O cantor, cujo sucesso começou nos anos 1990, deixa 3 esposas e 32 filhos

Morreu na tarde deste domingo (9), aos 49 anos, o funkeiro Mr. Catra, após luta contra o câncer de estômago. Ele deixa três mulheres e 32 filhos. Ainda não existe informação sobre onde o corpo do cantor será velado e quando acontecerá o enterro.

“Com enorme pesar comunicamos o falecimento do amigo e cliente Wagner Domingues Costa, o Mr. Catra, que nos deixou na tarde deste domingo, 09, em decorrência de um câncer gástrico. O cantor e compositor estava internado no Hospital do Coração (HCor), em São Paulo, e já vinha lutando contra a doença. A informação foi dada à família pelo cirurgião oncológico, Dr. Ricardo Motta, por volta das 15h20 da tarde”, informou a assessoria do cantor.

Mr. Catra nasceu como Wagner Domingues Costa no Rio de Janeiro em 5 de novembro de 1968. Formado em direito, mas sem nunca ter exercido a profissão, ele começou a fazer sucesso nos anos 80 com a banda de rock O Beco. Mas foi no funk que ele se encontrou a partir dos anos 90.

O seu primeiro disco foi “O Bonde dos Justos”, de 1994, que emplacou o hit “Vida na Cadeia”. Nos anos 2000, partiu para a paródia, com músicas como “Adultério”, que zoava o sucesso “Tédio” de Biquíni Cavadão.

Mr. Catra revelou no final de 2017 que tinha câncer no estômago. “Na hora é impactante. O primeiro baque, se você não estiver preparado psicologicamente, é fogo. Reuni todo mundo [da família] e falei: ‘não se preocupem’. Não pensei em morrer em nenhum momento”, disse, alguns meses depois, em entrevista ao “Programa do Porchat”.