ASSISTA
22 de agosto de 2016, 11h39

Após piadas, assessoria de Doria pede que ele não seja fotografado enquanto come

Imagens do candidato à prefeitura de São Paulo fazendo careta ao provar comidas populares viralizaram nas redes.

Imagens do candidato à prefeitura de São Paulo fazendo careta ao provar comidas populares viralizaram nas redes 

Por Redação

As imagens do candidato à prefeitura de São Paulo João Doria (PSDB) provando comidas populares viraram piada nas redes sociais. Durante a campanha, o empresário, que declarou ter um patrimônio de RS 180 milhões, fez cara feia ao comer pastel e beber um cafezinho nas ruas da cidade.

Depois que o assunto viralizou na internet, a assessoria do tucano pediu que Doria não seja fotografado ou filmado enquanto come, para que respeitem esse “momento de privacidade”. O pedido foi feito em uma mensagem dirigida a jornalistas, no último sábado (20), por meio de um grupo no aplicativo WhatsApp.

As informações foram publicadas na coluna Painel, da Folha de S. Paulo.

Relembre abaixo alguns comentários dos internautas.