Imprensa livre e independente
13 de novembro de 2018, 21h16

Após ser cotada para ministério, Maitê Proença elogia Bolsonaro: “Fez uma campanha baseada na verdade”

"Ele é autêntico. Vamos deixar que a direita cuide da economia do país e encha os cofres púbicos", disse a atriz, citada como uma das postulantes à pasta do Meio Ambiente

Em vídeo que circula nas redes, Maitê Proença, um dos nomes cotados para assumir o Ministério do Meio Ambiente, afirma que Jair Bolsonaro fez uma campanha que ninguém nunca fez antes. “Ele ganhou porque é autêntico. Ele inaugurou uma forma nova de fazer campanha que ninguém fez antes”, diz Maitê, em tom caricato.  Segundo a coluna de Ancelmo Góis, em O Globo, divulgada na segunda-feira (12), o nome de Maitê foi proposto por um grupo de ambientalistas, economistas e pesquisadores, que disseram que, mesmo sem atuação política e partidária, ela teria um bom trânsito na área ambiental. A atriz tem...

Em vídeo que circula nas redes, Maitê Proença, um dos nomes cotados para assumir o Ministério do Meio Ambiente, afirma que Jair Bolsonaro fez uma campanha que ninguém nunca fez antes. “Ele ganhou porque é autêntico. Ele inaugurou uma forma nova de fazer campanha que ninguém fez antes”, diz Maitê, em tom caricato. 

Segundo a coluna de Ancelmo Góis, em O Globo, divulgada na segunda-feira (12), o nome de Maitê foi proposto por um grupo de ambientalistas, economistas e pesquisadores, que disseram que, mesmo sem atuação política e partidária, ela teria um bom trânsito na área ambiental.

A atriz tem uma filha com Paulo Marinho, amigo íntimo de Bolsonaro, com quem viveu 12 anos, mas nunca se casou para não perder a pensão vitalícia de mais de R$ 26 mil que recebe da aposentadoria do pai, que foi juiz e procurador da Justiça de São Paulo. Ele se suicidou em 1989. 

O vídeo finaliza com Maitê pedindo para que deixem a direita comandar a economia do país para que possa encher os cofres públicos. “Eu não vou atirar pedras, é o que temos, elegemos isso, vamos deixar que a direita cuide da economia do país e encha os cofres púbicos”, completa.

Assista ao vídeo:

 

Veja também:  De férias no exterior, Deltan Dallagnol não teve o celular periciado pela PF

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você não pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum