Seja Sócio Fórum
11 de abril de 2018, 11h20

Após vereadores de SP, deputados federais do PT acrescentam “Lula” no nome parlamentar

Ao todo, 60 parlamentares do partido tomarão a mesma atitude, com o objetivo de prestar solidariedade ao ex-presidente

Foto: Agência Câmara O deputado federal e líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta, avisou, via Twitter, que vai mudar seu nome parlamentar para Paulo Lula Pimenta e confirmou que toda a bancada, que voltou a ser a maior da Casa, fará o mesmo. Quando forem chamados a fazer pronunciamentos na tribuna, o nome Lula também deverá ser mencionado pelo parlamentar que estiver presidindo a sessão. A bancada tem 60 parlamentares. Nesta terça (10), os vereadores do PT de São Paulo tinham tomado a mesma decisão. A mudança, adotada a partir de sugestão do deputado Leo de Brito (PT-AC), é...

Foto: Agência Câmara

O deputado federal e líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta, avisou, via Twitter, que vai mudar seu nome parlamentar para Paulo Lula Pimenta e confirmou que toda a bancada, que voltou a ser a maior da Casa, fará o mesmo. Quando forem chamados a fazer pronunciamentos na tribuna, o nome Lula também deverá ser mencionado pelo parlamentar que estiver presidindo a sessão. A bancada tem 60 parlamentares. Nesta terça (10), os vereadores do PT de São Paulo tinham tomado a mesma decisão.

A mudança, adotada a partir de sugestão do deputado Leo de Brito (PT-AC), é uma forma de prestar solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que desde sábado (7) está preso na sede da superintendência da Polícia Federal em Curitiba. “Ao incorporarmos Lula em nossos nomes parlamentares, vamos contribuir para denunciar aos brasileiros e ao mundo a injustiça cometida contra Lula, que se tornou um preso político na semidemocracia que estamos vivendo. Nossa democracia está, sim, sendo ultrajada por procuradores e juízes que agem impunemente à margem da Constituição e das leis”, afirmou Leo de Brito.

Os ofícios para a mudança do nome parlamentar são encaminhados ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que os defere ou não.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum