Imprensa livre e independente
29 de abril de 2019, 21h53

Após vitória, socialistas estudam fazer governo de minoria na Espanha

"Penso que temos um respaldo mais do que suficiente para ser o timão deste barco", disse a vice-primeira-ministra Carmen Calvo, já que seu partido, apesar de vencedor, não tem cadeiras suficientes para formar maioria no parlamento

Foto: Reprodução/Facebook Pedro Sánchez
Vencedor das eleições parlamentares deste domingo (28) na Espanha, o Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) tentará formar um governo de minoria, já que, apesar da vitória, não tem o número de cadeiras suficiente para formar a maioria no Parlamento. A informação foi dada nesta segunda-feira (29), em entrevista à imprensa local, pela vice-primeira-ministra Carmen Calvo. “O PSOE tentará um governo solitário”, disse. O partido, que é o mesmo do primeiro-ministro Pedro Sánchez, elegeu 123 parlamentares, 38 a mais que nas eleições de 2016, e ultrapassou o conservador Partido Popular (PP), que caiu de 137 para 66 cadeiras. “Penso que temos um respaldo...

Vencedor das eleições parlamentares deste domingo (28) na Espanha, o Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) tentará formar um governo de minoria, já que, apesar da vitória, não tem o número de cadeiras suficiente para formar a maioria no Parlamento.

A informação foi dada nesta segunda-feira (29), em entrevista à imprensa local, pela vice-primeira-ministra Carmen Calvo. “O PSOE tentará um governo solitário”, disse.

O partido, que é o mesmo do primeiro-ministro Pedro Sánchez, elegeu 123 parlamentares, 38 a mais que nas eleições de 2016, e ultrapassou o conservador Partido Popular (PP), que caiu de 137 para 66 cadeiras.

“Penso que temos um respaldo mais do que suficiente para ser o timão deste barco”, completou a vice-premiê.

Leia também
Socialistas vencem eleições gerais na Espanha, mas extrema direita promete surpreender

O líder do Podemos, Pablo Iglesias, por sua vez, afirmou que sua legenda é “imprescindível” em uma coalização com o partido vencedor para a formação de um governo de esquerda.

O PSOE foi a legenda mais votada em quase todas as províncias da Espanha, com exceção de três na Catalunha, três no País Basco e de quatro no restante do país onde o PP prevaleceu.

Veja também:  Coletes franceses: A Onda Amarela - Por Beatriz Leandro

 

*Com informações do Opera Mundi

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum