AO VIVO
19 de junho de 2013, 18h29

Vitória das ruas: Haddad e Alckmin revogam o aumento das passagens

Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, também anunciou revogação

Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, também anunciou revogação 

Por Igor Carvalho

Haddad e Alckmin anunciaram, juntos, que revogaram o aumento das passagens (Foto: Agência Brasil)

Após os protestos que reuniram milhares de pessoas contra o aumento das passagens, o prefeito Fernando Haddad (PT) e o governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciaram a revogação do reajuste das tarifas.

Com a medida, os valores de passagens de ônibus, metrô e trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) voltam ao valor de R$ 3. O anúncio foi feito no Palácio dos Bandeirantes, em coletiva de imprensa agora há pouco.

Alckmin ressaltou que o retorno da passagem ao valor antigo significará um “esforço”. “No caso do Metrô e do Trem, vamos revogar o ajuste dado, voltando à tarifa original de R$ 3. Sacrifício grande, cortaremos investimentos, porque as empresas não terão como arcar com esse investimento”. Haddad seguiu a mesma linha do tucano e afirmou que “investimentos serão comprometidos.”

Rio de Janeiro

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, também voltou atrás no reajuste das passagens no transporte coletivo carioca, confirmando que o valor cairá dos R$ 2,95, para R$ 2,75.