Imprensa livre e independente
03 de janeiro de 2018, 13h04

As três maiores bilheterias de Hollyood em 2017 têm mulheres nos papéis principais

A última vez em que isso aconteceu foi há 60 anos

A última vez em que isso aconteceu foi há 60 anos Da Redação* Tanto dentro como fora da tela, Hollywood, em 2017, foi definida por suas mulheres, e a prova está nas bilheterias. Pela primeira vez desde 1958, os três principais lançamentos americanos de maior arrecadação apresentaram protagonista femininas no papel principal. Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais. “Guerra nas Estrelas: O Último Jedi”, que mostra a Daisy Ridley como a ambiciosa Rey, obteve o primeiro lugar nas paradas com arrecadação de US$ 517 milhões. Esta marca foi mantida durante...

A última vez em que isso aconteceu foi há 60 anos

Da Redação*

Tanto dentro como fora da tela, Hollywood, em 2017, foi definida por suas mulheres, e a prova está nas bilheterias. Pela primeira vez desde 1958, os três principais lançamentos americanos de maior arrecadação apresentaram protagonista femininas no papel principal.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

“Guerra nas Estrelas: O Último Jedi”, que mostra a Daisy Ridley como a ambiciosa Rey, obteve o primeiro lugar nas paradas com arrecadação de US$ 517 milhões. Esta marca foi mantida durante a maior parte do ano por “A Bela e a Fera”, que estrelou Emma Watson como uma das heroínas mais famosas da Disney. Já Gal Gadot ocupou o terceiro lugar, com “Mulher Maravilha”, que se tornou o filme do verão com US$ 412,5 milhões.

De acordo com os dados de Box Office Madness e Box Office Mojo, que registraram gráficos de bilheteria para filmes publicados antes e depois de 1980, foram 59 anos desde que os filmes dirigidos por mulheres fecharam o pódio da bilheteria.

Veja também:  Bolsonaro tenta se fazer de vítima ao apelar por clamor popular, avaliam líderes sobre carta-renúncia

Em 1958, o filme principal do ano foi “Pacífico Sul”, a adaptação cinematográfica do musical de Rodgers e Hammerstein, que estrelou Mitzi Gaynor como uma enfermeira durante a Segunda Guerra Mundial.

Em segundo lugar, ficou a comédia “A Mulher do Século”, que estrelou Rosalind Russell como a socialite titular de Manhattan que leva seu sobrinho órfão à sua vida de redemoinho. Em terceiro lugar, ficou a adaptação do “Gata em Telhado de Zinco”, de Tennessee Williams, estrelado por Elizabeth Taylor no papel principal como Maggie “The Cat” Pollitt.

*Com informações do The Wrap

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum