Imprensa livre e independente
09 de agosto de 2017, 14h07

Assessor parlamentar e estagiário do TJDFT são presos acusados de estupro de vulnerável

De acordo com depoimento da vítima, ela foi ao banheiro e quando voltou tomou um gole de uma bebida e apagou. “Quando eu acordei, tinham enfermeiros e policiais no quarto”, disse.

De acordo com depoimento da vítima, ela foi ao banheiro e quando voltou tomou um gole de uma bebida e apagou. “Quando eu acordei, tinham enfermeiros e policiais no quarto”, disse. Da Redação* Um assessor parlamentar da Câmara dos Deputados e um estagiário do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) foram presos em flagrante (foto) em Fortaleza (CE), acusados de estuprar e filmar o crime contra uma adolescente de 17 anos em um hotel na Praia de Iracema. Além disso, segundo a Delegacia de Defesa da Mulher cearense, eles teriam compartilhado o vídeo em um grupo de WhatsApp. O caso ocorreu...

De acordo com depoimento da vítima, ela foi ao banheiro e quando voltou tomou um gole de uma bebida e apagou. “Quando eu acordei, tinham enfermeiros e policiais no quarto”, disse.

Da Redação*

Um assessor parlamentar da Câmara dos Deputados e um estagiário do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) foram presos em flagrante (foto) em Fortaleza (CE), acusados de estuprar e filmar o crime contra uma adolescente de 17 anos em um hotel na Praia de Iracema. Além disso, segundo a Delegacia de Defesa da Mulher cearense, eles teriam compartilhado o vídeo em um grupo de WhatsApp.

O caso ocorreu no domingo (6/8). Segundo informações da polícia, eles estavam na cidade a passeio e conheceram um grupo de amigas no sábado (5). Na ocasião, criaram um grupo na rede social para trocar mensagens e marcar novos encontros. Ao retornar de um bar na noite de domingo, a jovem teria dormido no hotel em que os brasilienses estavam hospedados.

De acordo com depoimento da vítima, ela foi ao banheiro e quando voltou tomou um gole de uma bebida e apagou. “Quando eu acordei, tinham enfermeiros e policiais no quarto”, disse.

Veja também:  VÍDEO: Em programa dos EUA, Glenn diz que áudios foram feitos pelo Whatsapp e Telegram

O vídeo postado no grupo das amigas mostra o servidor público tocando as partes íntimas da jovem enquanto ela estava nua e desacordada. As colegas da menina acionaram a Polícia Militar, que levou a ocorrência até a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). Na delegacia, os dois confessaram ter produzido o vídeo, mas alegaram que a adolescente havia pedido que eles gravassem o ato.

Os dois, que não tiveram os nomes divulgados, foram autuados por gravar material pornográfico envolvendo adolescente, conforme estabelece o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O autor do vídeo também foi autuado por estupro de vulnerável e por divulgar material pornográfico envolvendo adolescente. Os aparelhos celulares dos suspeitos foram apreendidos e serão submetidos à perícia.

*Com informações do Metrópoles e do DFTV

Foto: Reprodução Rede Globo

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum