Imprensa livre e independente
31 de março de 2019, 12h17

Assessoria de Bolsonaro informa que o Brasil decidiu estabelecer escritório em Jerusalém

Em um primeiro momento, o texto dizia que o escritório seria "como parte de sua Embaixada em Israel". Minutos depois, no entanto, a assessoria pediu para tirar a frase relativa à Embaixada.

Foto: Pedro Moreira
Por Pedro Moreira, de Jerusalém, especial para a Fórum A assessoria da comitiva do presidente Jair Bolsonaro informou que o Brasil decidiu estabelecer um escritório em Jerusalém para a promoção do comércio, investimento, tecnologia e inovação. Em um primeiro momento, o texto dizia que o escritório seria “como parte de sua Embaixada em Israel”. Minutos depois, no entanto, a assessoria pediu para tirar a frase relativa à Embaixada. Mais cedo, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, General Augusto Heleno, disse que não estava previsto declarar a abertura de um escritório brasileiro na cidade durante a viagem...

Por Pedro Moreira, de Jerusalém, especial para a Fórum

A assessoria da comitiva do presidente Jair Bolsonaro informou que o Brasil decidiu estabelecer um escritório em Jerusalém para a promoção do comércio, investimento, tecnologia e inovação.

Em um primeiro momento, o texto dizia que o escritório seria “como parte de sua Embaixada em Israel”. Minutos depois, no entanto, a assessoria pediu para tirar a frase relativa à Embaixada.

Mais cedo, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, General Augusto Heleno, disse que não estava previsto declarar a abertura de um escritório brasileiro na cidade durante a viagem oficial do presidente Jair Bolsonaro a Israel.

O general foi abordado por jornalistas no lobby do hotel King David, onde estão hospedados o presidente Bolsonaro e os principais integrantes da comitiva.

A Fórum está fazendo uma cobertura exclusiva da viagem do presidente Jair Bolsonaro a Israel e precisa do seu apoio. Clique aqui e saiba como ajudar

Perguntado se o governo iria abrir um escritório na cidade, Heleno respondeu: “Não está previsto declarar”.

Veja também:  Queiroz pagou R$ 64 mil em dinheiro vivo por cirurgia no Albert Einstein

Na última quinta-feira (28), ao deixar um evento da Justiça Militar em Brasília, Bolsonaro foi questionado se iria anunciar a mudança da embaixada brasileira em Israel de Tel Aviv para Jerusalém durante a visita oficial ao país, iniciada hoje.

“O Trump levou nove meses para decidir, para dar a palavra final para que a embaixada fosse. Nós talvez abramos um escritório de negócios em Jerusalém”, disse o presidente na ocasião, provocando rumores de que optaria pela abertura de uma representação brasileira menos relevante na cidade disputada entre israelenses e palestinos.

 

 

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum