Imprensa livre e independente
08 de junho de 2019, 22h19

Ataques bolsonaristas impulsionam obras de Paulo Freire

Segundo o colunista do Jornal O Globo, Ancelmo Góis, reação de Bolsonaro e seus seguidores contra o educador Paulo Freire tem gerado curiosidade e impulsionado as vendas de livros do autor que tem o título de patrono da educação brasileira

Foto: Acervo Instituto Paulo Freire
O educador Paulo Freire tem sido alvo frequente de Jair Bolsonaro e seus seguidores, que inclusive tentaram tirar dele o título de patrono da educação brasileira. Segundo o colunista do Jornal O Globo, Ancelmo Góis, essa reação bolsonarista tem provocado o efeito reverso e aumentado as vendas da produção de Freire. Os ataques de Bolsonaro, Olavo de Carvalho e da “Escola de Richmond” têm gerado curiosidade no mercado editorial, segundo Góis, e a procura por livros do autor tem crêscido. Inicialmente, uma nova biografia de Freire foi publicada, pela Todavia e agora a editora Paz&Terra promete a reedição de quatro clássicos....

O educador Paulo Freire tem sido alvo frequente de Jair Bolsonaro e seus seguidores, que inclusive tentaram tirar dele o título de patrono da educação brasileira. Segundo o colunista do Jornal O Globo, Ancelmo Góis, essa reação bolsonarista tem provocado o efeito reverso e aumentado as vendas da produção de Freire.

Os ataques de Bolsonaro, Olavo de Carvalho e da “Escola de Richmond” têm gerado curiosidade no mercado editorial, segundo Góis, e a procura por livros do autor tem crêscido. Inicialmente, uma nova biografia de Freire foi publicada, pela Todavia e agora a editora Paz&Terra promete a reedição de quatro clássicos.

Entre as publicações que ganharão novo projeto gráfico está “Pedagogia do oprimido”, o único brasileiro na lista dos 100 títulos mais pedidos nas livrarias das universidades dos EUA. Além desse, serão lançados, em julho, “Pedagogia da autonomia”, “Direitos humanos e educação libertadora” e “Cartas a Cristina”.

Veja também:  Parlamentares pedem que Câmara vote pedido de exoneração de Moro

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum