14 de janeiro de 2019, 17h09

Autor da biografia de Edir Macedo vai comandar a CNN no Brasil

Douglas Tavolaro deixa a direção de jornalismo da TV Record e assume o projeto de instalação da nova emissora no país

Foto: Divulgação/Record Douglas Tavolaro, autor da biografia do líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da Rede Record, bispo Edir Macedo, deixou a direção de jornalismo da emissora e vai comandar o projeto do canal de notícias norte-americano CNN no Brasil, de acordo com informações de Ana Cora Lima, do UOL. Junto com o empresário Rubens Menin, Tavolaro, que também é sobrinho de Macedo, divulgou, nesta segunda-feira (14), o acordo de licenciamento com a CNN para lançar a CNN Brasil. Será um canal de notícias, disponível para assinantes da TV paga como um canal 24 horas e em...

Foto: Divulgação/Record

Douglas Tavolaro, autor da biografia do líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da Rede Record, bispo Edir Macedo, deixou a direção de jornalismo da emissora e vai comandar o projeto do canal de notícias norte-americano CNN no Brasil, de acordo com informações de Ana Cora Lima, do UOL.

Junto com o empresário Rubens Menin, Tavolaro, que também é sobrinho de Macedo, divulgou, nesta segunda-feira (14), o acordo de licenciamento com a CNN para lançar a CNN Brasil. Será um canal de notícias, disponível para assinantes da TV paga como um canal 24 horas e em plataformas digitais.

Fórum terá um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

A CNN Brasil terá acesso ao conteúdo internacional da emissora. O jornalista será CEO e Menin, presidente do conselho de administração. De acordo com uma nota divulgada nesta segunda, a CNN Brasil “será lançada nacionalmente com agências de notícias em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Brasília e correspondentes no exterior. A CNN International e a CNN en Español continuarão disponíveis no país e não fazem parte do licenciamento da CNN Brasil”.

A empresa pretende contratar 400 jornalistas para a base em São Paulo e os dois escritórios, no Rio de Janeiro e em Brasília. Os contratados irão começar os treinamentos rapidamente, pois a empresa pretende começar as operações no início do segundo semestre.

Comunicado

Na nota de lançamento da empresa, consta um depoimento de Greg Beitchman, vice-presidente de Vendas de Conteúdo e Parcerias da CNNIC.

“Estamos muito satisfeitos em anunciar este acordo de licenciamento com nosso novo parceiro para lançar a CNN Brasil. O Brasil é um país empolgante para continuar a expansão da marca CNN. Este anúncio é parte de uma estratégia global para trabalhar com parceiros que pensam da mesma maneira e que enxergam uma clara oportunidade para produtos e serviços de notícias locais da marca CNN”, diz.

No mesmo comunicado, Menin declara: “Nosso objetivo é contribuir com a democratização da informação no Brasil. Um país com uma sociedade livre e desenvolvida só é construído com uma imprensa plural. Já existem boas plataformas de notícias localmente, mas acreditamos que há espaço para uma nova opção. A chegada de uma grande marca fortalece e valoriza o jornalismo. Estamos felizes e motivados com esse acordo com a CNN”.

Rubens Menin publicou o documento em sua conta no Twitter:


Agora que você chegou ao final deste texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais