Imprensa livre e independente

#Wilson Ferreira

05 de março de 2018, 14h48

Globo une gestão de imagem de Neymar com bomba semiótica da intervenção militar

Assim como na Copa de 2014, mais uma vez Neymar sofre uma contusão que o retira de uma cena catastrófica: lá atrás, livrou-se dos humilhantes 7 X 1 contra a Alemanha; hoje, escapa de mais uma possível derrota para o Real Madrid que tiraria o PSG da Champions League. O que tornaria ainda mais pesado […]


26 de fevereiro de 2018, 22h10

A canastrice como fator subliminar na política

Temer, Rodrigo Maia, Dória Jr., Lula, FHC, Mário Covas. O que esses políticos têm em comum com as evoluções e regressões da teledramaturgia, principalmente da Globo, que moldou o imaginário coletivo brasileiro? Partindo da premissa de que por décadas a percepção do brasileiro médio foi moldada pela teledramaturgia, será que a performance dos políticos refletiria as […]


23 de fevereiro de 2018, 22h06

Cinegnose e Savoir Cursos & Palestras promovem workshop “Guerra Híbrida e Bombas Semióticas”

O Blog “Cinegnose” e a “Savoir Cursos e Palestras” promovem o workshop “Guerra Híbrida e Bombas Semióticas”. Este humilde blogueiro desenvolverá o workshop no dia 10 de março, no Hotel São Paulo Inn, no Centro de São Paulo. A partir da Guerra Híbrida implementada por uma inédita estratégia política midiática no período de 2013-2016 que […]


15 de fevereiro de 2018, 22h25

Cinegnose participa de debate sobre guerra antimídia e carnaval na TV 247

Respondendo ao convite do jornalista e editor-responsável pelo Brasil 247, Leonardo Attuch, esse humilde blogueiro participou de uma discussão no canal YouTube TV 247 sobre a repercussão do desfile da escola Paraíso do Tuiuti. O debate foi ontem à tarde (14/02), enquanto acontecia a apuração das notas do Grupo Especial do Carnaval do Rio. O […]



13 de fevereiro de 2018, 19h31

Guerra antimídia no sambódromo, zumbis no Carnaval e Grau Zero na política… mas não conte pra esquerda!

Enquanto a escola Paraíso do Tuiuti no Rio de Janeiro deixava Fátima Bernardes e Alex Escobar constrangidos ao vivo, quebrando o silêncio com cacos de falas desconexas enquanto alas de passistas mostravam Temer como “o vampiro neoliberatista”, “manifestoches” com patos amarelos da Fiesp e operários bradando carteiras de trabalho, em Curitiba o Carnaval era assombrado […]


02 de fevereiro de 2018, 14h12

Quando a mídia transforma vícios privados em virtudes públicas

Para impor seu DNA, leões matam os filhotes da cria anterior ao desposar a leoa. Da mesma maneira entre os humanos, em toda História, os vencedores submetem os vencidos a castigos e crueldades como forma de demonstração simbólica do poder. E no Brasil atual, os vencedores ostentam a conquista de terras arrasadas em shows midiáticos […]


29 de janeiro de 2018, 22h33

O destino de Lula e a “Síndrome de Brian” da esquerda

No momento que o destino de Lula era selado pelo TRF-4, sincronismos e coincidências cercavam o evento: o “Dia D” da vacinação contra a febre amarela, o “beijo incestuoso” do BBB da Globo e o estranho jornalismo paranormal da grande mídia, capaz de antecipar resultados de votação (assim como a Globo “previu” o sorteio do […]


29 de janeiro de 2018, 22h24

Em ano eleitoral Globo aciona a “Máquina de Narciso”

Uma doutora e professora da Pós-graduação em Ciência Política da UFMG no BBB 2018. Enquanto isso, pacientemente repórteres da Globo ensinam telespectadores a gravarem vídeos com celulares para enviar depoimentos que respondam a pergunta: “Que Brasil você quer para o futuro?” em exíguos 15 segundos. São dois lados de um mesmo processo brasileiro detectado nos […]


19 de janeiro de 2018, 22h34

Em “La Casa de Papel” ladrões roubam o bem mais importante: o Tempo

Diante de toda uma geração que vive sob o impacto do desemprego e da perda de direitos sociais desde o crash financeiro internacional de 2008,  a Espanha vem produzindo uma série de filmes que pensa essa condição. O mais recente é a série para TV “La Casa de Papel” (2017-), disponível no Netflix, que reflete a […]


11 de janeiro de 2018, 17h49

Luciano Huck: da vulgaridade regada a funk e pagode à “grande esperança branca”

O ex-cineasta e jornalista Arnaldo Jabor chamava-o de “fazendeiro de bundas” no final dos anos 1990. Naquele momento, a elite bem-pensante de um país cujo presidente era um sociólogo e doutor pela Sorbonne via-o como um personagem do nível de apresentadores como Gugu ou Ratinho. Produto da “revolução da vulgaridade regada a funk e pagode”. […]


05 de janeiro de 2018, 22h05

Guia para rastrear Fake News cria nova mitologia no Jornalismo

A Abraji (aquela associação de jornalistas que confunde “jornalismo investigativo” com “checagem de informação”) divulgou o “Guia para Consumidores de Notícias” do jornalista norte-americano Bob Garfield com “11 dicas simples para separar o joio do trigo”. E, claro, o joio são aqueles sites e blogs suspeitos de Fake News com “muita publicidade, banners e pop-ups”. […]


26 de dezembro de 2017, 16h41

Os sinais silenciosos que antecedem um golpe em “The Handmaid’s Tale”

Para a revista “New Yorker”, publicação dos leitores bem pensantes liberais dos EUA, a série “Handmaid’s Tale” (2017-) é um “distópico conto feminista” da atual era Trump. Mas enquadrar a produção da plataforma de streaming Hulu nesse clichê é confirmar aquilo que a própria série alerta: ao qualificar os sinais do conservadorismo apenas como excrescências […]


18 de dezembro de 2017, 22h01

Três “Contos Maravilhosos” para novos mérito-empreendedores

Hoje a grande mídia esforça-se para demonstrar imparcialidade para não se desmoralizar de vez diante de telespectadores e leitores. Diante da crise econômica crônica e da tragédia social brasileira, a mídia é obrigada a abandonar o confortável campo semiótico da dissimulação (simplesmente mentir, omitir ou censurar) para aplicar a estratégia mais trabalhosa da simulação: tem […]


14 de dezembro de 2017, 20h57

Trump inventou a “Meta-False Flag” em explosão de Nova York?

À primeira vista a explosão de uma bomba caseira atada ao corpo de um homem em estação de ônibus e metrô em Nova York parece ser mais do mesmo: um não-acontecimento (aqueles fatos que são relações públicas de si mesmos) com timing, ambiguidades, anomalias, a indefectível narrativa do “lobo solitário” etc. E um homem que […]