Imprensa livre e independente
29 de dezembro de 2017, 10h29

“Bahia venceu”, diz Rui Costa, após liberação de empréstimo do BB

Batalha pela liberação dos recursos foi qualificada como “perseguição política”

Batalha pela liberação dos recursos foi qualificada como “perseguição política” e ACM Neto foi acusado de interferir para impedir que o estado recebesse o dinheiro Da Redação O governo da Bahia conseguiu a liberação do empréstimo no valor de R$ 600 milhões do Banco do Brasil, nesta quinta-feira (28). Os recursos estavam parados desde 22 de agosto, quando a cessão havia sido autorizada pelo governo federal. Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais. “A Bahia venceu. Nos últimos meses, travei uma verdadeira batalha para garantir recursos destinados a obras importantes em...

Batalha pela liberação dos recursos foi qualificada como “perseguição política” e ACM Neto foi acusado de interferir para impedir que o estado recebesse o dinheiro

Da Redação

O governo da Bahia conseguiu a liberação do empréstimo no valor de R$ 600 milhões do Banco do Brasil, nesta quinta-feira (28). Os recursos estavam parados desde 22 de agosto, quando a cessão havia sido autorizada pelo governo federal.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

“A Bahia venceu. Nos últimos meses, travei uma verdadeira batalha para garantir recursos destinados a obras importantes em todo estado. Não baixamos a cabeça diante do boicote e da perseguição aos baianos. E a Bahia venceu! O empréstimo de R$ 600 milhões do Banco do Brasil finalmente foi depositado nas contas do Estado. Parabéns ao Poder Judiciário. Continuaremos confiantes na Justiça e firmes na luta pelos interesses da Bahia e dos baianos!”, escreveu em sua página no Facebook o governador da Bahia, Rui Costa (PT).

Na semana passada, por 2 votos a 1, a Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) determinou que o dinheiro fosse liberado.

Veja também:  Globo defende a Lava-Jato e "empata" o jogo

O procurador-geral do estado, Paulo Moreno, qualificou a demora como “perseguição política”, o que seria “um escárnio com a Bahia e com a sociedade baiana”.

O prefeito de Salvador ACM Neto (DEM), principal adversário político do atual governador Rui Costa (PT) em 2018, foi acusado pelo petista de interferir politicamente no caso para prejudicar sua administração.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum