Blog do Rovai

05 de agosto de 2018, 18h45

A deputada Jô Moraes (PCdoB) deve ser a vice de Fernando Pimentel

O que falta para o seu nome ser sacramentado para vice é a concretização da coligação do PT com o PCdoB em nível nacional

A deputada federal Jô Moraes (PCdoB) deve ser a candidata a vice governadora de Minas Gerais na chapa à reeleição de Fernando Pimentel (PT). Em nível local, o acordo está praticamente fechado, a despeito dos partidos mais conservadores terem resistido um pouco pelo fato de ela ser filiada ao um partido comunista.

Jô disputava uma vaga para o Senado, mas com a candidatura de Dilma Roussef teria uma eleição muito difícil.

O que falta para o seu nome ser sacramentado para vice é a concretização da coligação do PT com o PCdoB em nível nacional. Os comunistas têm cobrado do PT que a deputada estadual Manuela D´Avila assuma desde já como vice de Lula. E o PT quer já lançar Haddad.

Neste momento a executiva nacional do PT está reunida em São Paulo tratando especificamente deste tema.


Quem é Jô Moraes 

Jô Moraes é deputada Federal desde 2007, está finalizando seu terceiro mandato no Congresso. Antes foi deputada estadual (2003 a 2007) e vereadora em Belo Horizonte (1997 a 2003). Iniciou sua militância política na década de 1960, no movimento estudantil, quando era estudante secundarista na Paraíba. Foi diretora da União Estadual dos Estudantes e presidente do Diretório Acadêmico da Faculdade de Serviço Social. Foi presa duas vezes durante o regime militar, em 1968 e 1969, e em 1972 mudou-se para Belo Horizonte, onde se filiou ao então clandestino Partido Comunista do Brasil (PCdoB). Desde então não mudou de partido.

Veja também:  Hospital Albert Einstein deve explicações à sociedade sobre esquema Bolsonaro-Queiroz

Foi candidata a prefeita de Belo Horizonte em 2008, terminando a disputa em terceiro lugar, com 8% dos votos válidos, atrás de Márcio Lacerda (PSB) e Leonardo Quintão (PMDB). Na época, muitos petistas votaram nela, já que Fernando Pimentel, então prefeito de BH, fez um acordo com Aécio e ambos apoiaram Lacerda.

 

Pimentel tem sofrido muitas críticas de funcionários públicos, em especial da área da educação, por conta das dificuldade que têm tido para governar o estado, que vem sofrendo um forte boicote de repasses do governo Temer.

Fórum em Brasília, apoie a Sucursal

Fórum tem investido cada dia mais em jornalismo. Neste ano inauguramos uma Sucursal em Brasília para cobrir de perto o governo Bolsonaro e o Congresso Nacional. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Clique no link abaixo e faça a sua doação.

Apoie a Fórum