Blog do Rovai

26 de julho de 2017, 20h32

Armínio Fraga vem aí: denúncia dos 200 milhões de Meirelles é a senha

O senhor e a senhora, o moço e a moça, tem todo o direito de achar o governo Temer uma quadrilha, um bando de corruptos. Afinal de contas, há muitas demonstrações que vêm sendo dadas neste sentido desde que o golpe contra Dilma se perpetuou. Mas é também importante que o senhor e a senhora, o moço e a moça, percebam que o governo de Michel Temer é composto de pessoas de caráteres duvidosos, mas muito habilidosos, todos muito especializados na arte de construir esquemas criminosos de maneira bem feita. E quando criminosos atuam, eles sabem anotar a chapa daqueles que, porventura, venham a lhe criar problemas.

E isso aconteceu com o ministro Meirelles. Na ocasião da revelação dos áudios da JBS, este blogueiro escreveu o seguinte: que Meirelles havia sido preservado de forma clara por Joesley naquela gravação que ele sabia que estava acontecendo. Joesley disse para Temer que Meirelles gostava de trabalhar. Joesley disse pra Temer que, se convidado a ir para a praia, Meirelles não iria. Joesley disse que o senhor ministro da Fazenda criava problemas pra ele pra fazer coisas que não eram assim, digamos, coisas republicanas. E ali ficou claro que, de alguma forma, Joesley buscava transformar Meirelles em uma pessoa que respeitava os valores da República.

Não só este blogueiro, mas certamente pessoas do governo Temer, perceberam que havia um plano, talvez, para, com a queda de Temer, fazer do ministro da Fazenda o seu sucessor. E hoje o BuzzFeed Brasil dá uma matéria que teve repercussão em vários órgãos de imprensa de que Meirelles recebeu mais de R$200 milhões em consultoria, ou como disse o colega Nassif, em lobby, e que boa parte desses recursos estavam fora do Brasil.

Esta matéria certamente não foi apurada só pelo repórter. E aí não cabe nenhum julgamento da qualidade do repórter por este blogueiro, mas quando essas coisas vem à tona, é que alguém de dentro, pelo menos, passou a dica. E aí o repórter foi no cartório da empresa de Meirelles e verificou que havia aquele documento que comprovava a denúncia que ele deu. Ou seja, Meirelles está sendo punido por tentar jogar contra Temer.

Temer percebeu que ele era o que se costuma a chamar na política de conspirador, um cavalo de Tróia dentro do governo. E certamente Temer está aguardando apenas se livrar das denúncias na Câmara e conseguir rejeitar este pedido de impeachment para fazer o que ele gostaria de fazer agora com o Meirelles, ou seja, demiti-lo. Meirelles provavelmente será demitido por Temer depois que ele escapar do impeachment.

E com a queda de Meirelles, seu provável sucessor é Armínio Fraga, que já havia sido anunciado por Aécio Neves na sua campanha como seu ministro da Fazenda. E hoje, um dos sócios prioritários do governo Temer é Aécio, que está numa situação tão complicada quanto a do presidente.

Foto: PSDB