Blog do Rovai

06 de agosto de 2018, 16h16

Dilma não topou subir ao palanque com golpistas e Minas tem reviravolta

A nova da coligação comandada pelo PT no estado fica então a seguinte: Pimentel (PT) governador e Tarcísio Delgado (PSB) vice. Senadores: Dilma  (PT) e Jô Morais (PCdoB).

Um impasse entre a ex-presidente Dilma e o atual governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, ambos do PT, levou a disputa mineira a um novo cenário. Ontem estava tudo certo para que Jô Moraes (PCdoB) assumisse a vaga de vice governadora. E ainda havia esperança de que o MDB aderisse a Pimentel. Mas a resistência de Dilma afastou a aliança e o MDB definiu pela coligação com o ex-prefeito de BH, Márcio Lacerda (PSB), que pode ter sua candidatura impugnada.

O PT fechou então a sua coligação com Pimentel (PT) governador, Jô Moraes (PCdoB) vice e Dilma (PT) para o senado.

Lacerda insiste e registra chapa

Depois da idas e vindas, Márcio Lacerda decidiu peitar e confrontar seu partido e ingressar na justiça para poder disputar a eleição deste ano como candidato a governador. Com isso, o MDB que estava entre ele e Pimentel decidiu, depois de um dia de conflitos internos, aprovar a composição com o PSB.

Adalclever Lopes (MDB), presidente da Assembleia Legislativa mineira, será o vice na chapa do ex-prefeito de Belo Horizonte.

O deputado federal Jaime Martins (Pros/MG) foi o escolhido para disputar uma vaga no Senado. A decisão foi divulgada já no início da madrugada desta segunda-feira. E a coligação ficou com MDB, PSB, PV, PRB, Pros e Podemos.

Veja também:  Moro, o bocó, e Bolsonaro, o malandro, uma história....

O deputado Leonardo Quintão, também do MDB, que era contra o acordo com Lacerda ameaçou chamar a Polícia Federal para tentar impedir o que denominou de uma fraude. Segundo ele, havia uma ata assinada por ele e por outros cinco membros da comissão que decidiria os rumos do partido e que desapareceu.

A ata que foi apresentada à imprensa, em que o partido fechava a coligação com o PT, DC, PCdoB, PP, não tinha nenhuma assinatura, alegava Quintão.

A matéria foi editada às 22h44 por conta de um erro de informação na chapa de Pimentel.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum