Blog do Rovai

06 de junho de 2018, 20h09

O significado do ataque a Boulos pela PF

O fato objetivo é que Boulos não foi chamado para este depoimento à toa. É um recado que chega com um bilhete: “saiba quem manda aqui”

A Polícia Federal convocou o candidato a presidente da República pelo PSOL para depor amanhã às 10h na sede da instituição da Lapa. Ele pode vir a ser indiciado pela ocupação do tal triplex atribuído a Lula no Guarujá. Boulos sequer esteve no local.

Evidentemente que o fato de ele ser um dos líderes do MTST será usado como “domínio do fato” para responsabilizá-lo pelo grave fato de ter desmontado a versão criada pelo juiz Sérgio Moro de que aquele apartamento era um luxo só. Como se viu pelo vídeo feito pelos militantes, não havia muito mais do que escadas naquele imóvel.

Mas o que está por trás desta intimidação a Moro? Infelizmente o que este blogueiro disse num post que à época foi muito questionado, inclusive pelo meu querido colega de tantas batalhas o Antônio Martins, do Outras Palavras, em geral mais otimista que eu.

À época eu afirmava que era importante se preparar para a prisão do Lula e para a criminalização de outros lideranças. Que Lula seria preso e que muitos outros seriam condenados para que o golpe seguisse seu curso.

Veja também:  Sentença de Lula pode ser anulada pelo STF caso Moro seja considerado suspeito

Continuo achando muito difícil que as eleições de 18, se vierem a ocorrer, sejam em condições minimamente democráticas. E acho que nela só vale ou eles ganham ou eles ganham. Mas concordo que não podemos desistir e que sempre existem brechas a serem exploraras para virar o jogo.

Mas o fato objetivo é que Boulos não foi chamado para este depoimento à toa. É um recado que chega com um bilhete: “saiba quem manda aqui”.

O golpe continua avançando. E a naturalização da prisão do Lula parece estar se consumando. Toda a solidariedade ao Boulos.

Mas o recado, percebam, não é só para Boulos.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum