Blog do Rovai

18 de dezembro de 2010, 10h25

Praticamente certa indicação de Luciana Santos para o Esporte

Ontem no ministério do Esporte era dada como praticamente certa a indicação da ex-prefeita de Olinda, Luciana Santos, para o comando da pasta.

Orlando Silva seria deslocado para um novo ministério (a ser criado depois da posse de Dilma) que comandaria as ações dos Jogos Olímpicos. Ou seja, a  Autoridade Olímpica deixaria de existir nos moldes anteriormente pensados.

O acordo não agrada Orlando Silva. Ele preferia manter-se à frente do Esporte. Mas Dilma não aceita essa solução e até agora os comunistas não entenderam exatamente o motivo. Não é só por conta da questão de gênero. Há outros motivos não declarados por trás dessa decisão.

Luciana Santos teve dois mandatos à frente da prefeitura de Olinda e reelegeu seu sucessor, o atual prefeito Renildo Calheiros.

Sua entrada no cenário político nacional pode dar visibilidade ao PCdoB numa das regiões onde o partido tem bons quadros, o Nordeste. O que pode parecer hoje um mau negócio, pode se mostrar melhor do que a encomenda com o tempo.

E se Orlando se mantiver no ministério para comandar o projeto Olímpico, isso lhe dará também muita projeção nos próximos anos.