17 de fevereiro de 2019, 11h30

Bebianno teria dito que deve desculpas ao país por ter viabilizado um presidente tão fraco

Ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência também mostrou preocupação com as consequências do protagonismo familiar nas decisões do país

Foto: Reprodução/Instagram Gustavo Bebianno
De acordo com informações do blog de Gerson Camarotti, no G1, o ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, protagonista da maior crise do governo Bolsonaro até o momento, fez um desabafo para interlocutores próximos. Ele demonstrou profundo arrependimento por ter trabalhado pela eleição de Jair Bolsonaro. “Preciso pedir desculpas ao Brasil por ter viabilizado a candidatura de Bolsonaro. Nunca imaginei que ele seria um presidente tão fraco”, afirmou, em referência à influência dos filhos do presidente nos rumos do governo. Bebianno também mostrou preocupação com as consequências desse protagonismo familiar nas decisões do país. Admite que o governo Bolsonaro...

De acordo com informações do blog de Gerson Camarotti, no G1, o ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, protagonista da maior crise do governo Bolsonaro até o momento, fez um desabafo para interlocutores próximos. Ele demonstrou profundo arrependimento por ter trabalhado pela eleição de Jair Bolsonaro.

“Preciso pedir desculpas ao Brasil por ter viabilizado a candidatura de Bolsonaro. Nunca imaginei que ele seria um presidente tão fraco”, afirmou, em referência à influência dos filhos do presidente nos rumos do governo.

Bebianno também mostrou preocupação com as consequências desse protagonismo familiar nas decisões do país. Admite que o governo Bolsonaro precisa descer do palanque para administrar o Executivo.

Integrantes da família do presidente vazaram para a imprensa que o pai havia demitido o ministro, para tornar a queda um fato consumado, sem chance de mudança no fim de semana, o que desagradou ainda mais Bebianno.

Leia mais sobre a crise do governo: Bebianno: “Perdi a confiança no Jair. É uma pessoa louca, um perigo para o Brasil”

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.