11 de novembro de 2016, 10h03

Bernie Sanders diz que está disposto a ajudar Trump, mas…

Bernie Sanders diz que trabalhara com Trump se trabalhadores forem respeitados e se não houver discurso racista, sexista e xenófobo.

Senador democrata derrotado por Hillary Clinton nas primárias diz que trabalhará com Trump se trabalhadores forem respeitados e se não houver discurso racista, sexista e xenófobo Por Redação Após a eleição de Donald Trump, o senador democrata Bernie Sanders, que concorreu com Hillary Clinton nas primárias pela vaga na disputa à presidência, afirmou que irá trabalhar junto com o novo presidente dos Estados Unidos para “melhorar a vida das famílias trabalhadoras”. Entretanto, Sanders é contundente ao manter vivas as críticas ao republicano, e explica que fará oposição “às políticas sexistas, xenófobas e anti-ambientais”. Sanders defendia, nas primárias, posição de “revolução...

Senador democrata derrotado por Hillary Clinton nas primárias diz que trabalhará com Trump se trabalhadores forem respeitados e se não houver discurso racista, sexista e xenófobo

Por Redação

Após a eleição de Donald Trump, o senador democrata Bernie Sanders, que concorreu com Hillary Clinton nas primárias pela vaga na disputa à presidência, afirmou que irá trabalhar junto com o novo presidente dos Estados Unidos para “melhorar a vida das famílias trabalhadoras”. Entretanto, Sanders é contundente ao manter vivas as críticas ao republicano, e explica que fará oposição “às políticas sexistas, xenófobas e anti-ambientais”.

Sanders defendia, nas primárias, posição de “revolução política”, com saúde acessível e educação universitária pública, além de denunciar influência das elites ricas sobre a política. “Na medida em que ele continue racista, sexista, xenofóbico e contrário a políticas ambientais, vamos fazer oposição vigorosa a ele”, concluiu.

Se você está gostando desta matéria, apoie a Fórum se tornando sócio. Pra fazer jornalismo de qualidade nós precisamos do seu apoio.

Além de Sanders, a senadora de Massachusetts, Elizabeth Warren, que afirmou estar “intensamente frustrada” com a vitória de Trump, afirmou que também irá trabalhar com o republicano a favor dos trabalhadores:

“O presidente eleito Trump prometeu reconstruir nossa economia para as pessoas trabalhadoras […] E eu ofereço deixar de lado nossas diferenças e trabalhar com ele nesta tarefa”, concluiu.

Foto: Gage Skidmore