COMPRE JÁ
12 de junho de 2018, 15h14

“Biblioteca Lula” já reúne mais de 300 livros e 3 mil teses sobre o ex-presidente

O acervo, que está sendo montado pelo Instituto Lula, será aberto ao público e servirá não só para resgatar o legado do ex-presidente, como também para servir de base para pesquisas e formações de políticas públicas para o Brasil

Foto: Instituto Lula

Enquanto o ex-presidente Lula devora livros na cela em que está preso na superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), seus apoiadores reúnem uma vasta obra literária e acadêmica sobre o petista. O Instituto Lula informou, na última sexta-feira (8), que a “Biblioteca Lula” já está praticamente pronta.

Leia também
O dia em que vi Lula lendo Raízes do Brasil e conversamos sobre o livro

Trata-se de um acervo que já contém mais de 300 livros e 3 mil teses acadêmicas sobre Lula, sua história, seus governos, suas frases, seus pensamentos e suas políticas públicas. O material foi sendo reunido ao longo de meses pelo Instituto através do trabalho voluntário de apoiadores do ex-presidente, que “garimparam” o material em acervos pessoais, livrarias, bibliotecas e universidades, no Brasil e no exterior.

A “Biblioteca Lula”, de acordo com o Instituto, tem como objetivo não só resgatar o legado do ex-presidente, mas também de servir de base para pesquisas e formações de políticas pública para o Brasil, já que o acervo reúne obras que tratam sobre programas de seus governos, como o Bolsa Família, o Luz Para Todos e o Programa de Agricultura Familiar.

Leia também
Lira Neto, biógrafo de Getúlio, diz que Lula deu a ele uma aula de política

Ainda não há data definida para que a biblioteca seja oficialmente inaugurada, mas o Instituto Lula informou que o material, em breve, ficará à disposição do público, a princípio, para consulta presencial. Posteriormente, a consulta virtual deverá ser liberada.