Imprensa livre e independente
29 de novembro de 2014, 12h49

“Black Friday” é marcado por protestos em Nova York

Cerca de 500 pessoas se concentraram em frente à loja Macy’s e marcharam até a Times Square com placas e com gritos de ordem como “sem justiça, não haverá paz”, lembrando a violência policial contra os negros Por Mídia Ninja, com fotos de Pedro Chavedar Em dia de Black Friday, as ruas e lojas de Nova York, maior metrópole e símbolo do consumo mundial, ficaram lotadas. Em busca de descontos, a multidão que disputava espaço entre as calçadas não era formada só por consumidores, mas também por manifestantes que reivindicavam justiça ao caso de Ferguson.  Os protestos de hoje formam...

Cerca de 500 pessoas se concentraram em frente à loja Macy’s e marcharam até a Times Square com placas e com gritos de ordem como “sem justiça, não haverá paz”, lembrando a violência policial contra os negros

Por Mídia Ninja, com fotos de Pedro Chavedar

Em dia de Black Friday, as ruas e lojas de Nova York, maior metrópole e símbolo do consumo mundial, ficaram lotadas. Em busca de descontos, a multidão que disputava espaço entre as calçadas não era formada só por consumidores, mas também por manifestantes que reivindicavam justiça ao caso de Ferguson.  Os protestos de hoje formam uma nova tática para expressar a revolta com a decisão de um júri de não indiciar um policial branco que matou o jovem negro desarmado Michael Brown. 

Foto: Pedro Chavedar / Mídia NINJA
Cerca de 500 pessoas se concentraram em frente à Macy’s e marcharam até a Times Square com placas e com gritos de ordem como “sem justiça, não haverá paz”, lembrando a violência policial contra os negros. Alguns ativistas sugeriram também, caso se faça alguma compra, que o dinheiro seja usado em empresas cujos proprietários sejam negros, algumas dessas lojas foram listadas nas redes sociais.
Foto: Pedro Chavedar / Mídia NINJA
Foto: Pedro Chavedar / Mídia NINJA

 

Veja também:  México apreende cerca de imigrantes que estavam em contêineres

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum