Renato Rovai

Blog do Rovai

Coluna política

03 de outubro de 2012, 05h19

Cultura com Haddad foi um ato para a história de São Paulo

Poucas vezes a cidade de São Paulo foi tão a cidade desejada quanto ontem no Teatro Jaraguá. Quando se fala da São Paulo cosmopolita, criativa, antenada, global, fala-se dessa São Paulo que na noite de ontem declarou apoio a Haddad. Quando se fala da São Paulo solidária, coletiva, participativa e que recebe a todos de […]

Poucas vezes a cidade de São Paulo foi tão a cidade desejada quanto ontem no Teatro Jaraguá.

(Foto: Paulo Pinto)

Quando se fala da São Paulo cosmopolita, criativa, antenada, global, fala-se dessa São Paulo que na noite de ontem declarou apoio a Haddad.

Quando se fala da São Paulo solidária, coletiva, participativa e que recebe a todos de braços abertos, fala-se dessa São Paulo que na noite de ontem declarou apoio a Haddad.

Quando se fala da São Paulo inteligente, questionadora, inquieta e fascinante, fala-se dessa São Paulo que na noite de ontem declarou apoio a Haddad.

Quando se fala da São Paulo displicente, irreverente, antropófaga, fala-se dessa São Paulo que na noite de ontem declarou apoio a Haddad.

Quando se fala da São Paulo que estuda, que rala, que não se entrega, que defende suas ideias, fala-se da São Paulo que na noite de ontem declarou apoio a Haddad.

Quando se fala da São Paulo que inventa, que resiste, que recicla fala-se da São Paulo que na noite de ontem declarou apoio a Haddad.

Quando se fala da São Paulo que é poesia, filosofia, samba, arquitetura, psicologia e magia, fala-se da São Paulo que ontem declarou apoio a Haddad.

(Foto: Edgar Bueno)

Quando se fala da São Paulo dos direitos humanos, da dança, do direito,  do cinema, da economia e do digital , fala-se da São Paulo que ontem declarou apoio a Haddad.

Quando se fala da educação, da paixão, da comunicação e de muito tesão, fala-se da São Paulo que ontem declarou apoio a Haddad.

Quanto se fala da São Paulo que é de todos e de ninguém, que é Bossa Nova e Tropicália, que é de imagens e ritmos, fala-se da São Paulo que ontem declarou apoio a Haddad.

Toda a cultura de São Paulo está com Haddad e foi declarar seu amor a São Paulo no hotel Jaraguá na noite de ontem.

Este ato foi um marco da história da cidade.

São Paulo merece.

Fred Haddad ajuda Roberto Schwarz a ler carta de Antonio Candido em apoio ao candidato petista (Foto: Edgar Bueno)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A psicóloga Maria Rita Kehl (Foto:Edgar Bueno)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A educadora Anita Freire, viúva de Paulo Freire (Foto: Edgar Bueno)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O escritor Fernando Morais (Foto: Paulo Pinto)