Azenha: Globo e governo Dilma parecem estar perto da vitória

Azenha anunciou que vai fechar o Viomundo depois de perder ação na justiça movida pela Globo. É uma notícia-bomba. Uma derrota parcial da luta pela democratização no país. E quando alguém perde, outro alguém...

Azenha anunciou que vai fechar o Viomundo depois de perder ação na justiça movida pela Globo. É uma notícia-bomba. Uma derrota parcial da luta pela democratização no país. E quando alguém perde, outro alguém ganha. Os vencedores são os grandes grupos econômicos de comunicação, mas também uma boa parte do governo que anda mais preocupada com negócios do que em construir políticas públicas que modifiquem a imensa concentração deste segmento.

No momento, estou em Tunis, na Túnisia, cobrindo o Fórum Social Mundial. Antes de vir pra cá estive em Brasília. Conversei com muita gente. E confirmei o que já imaginava. Primeiro, que o governo Dilma não vai mexer no que considera um vespeiro, a regulamentação da comunicação. Segundo, que o ministro Paulo Bernardo deixou de ser apenas uma adversário desta tese. Passou a se um inimigo. E mais do que isso, agora instrumentaliza nossa luta para conquistar ainda mais poder.

Bernardo hoje é o homem dos grandes grupos de comunicação no PT. É o sujeito que livra as teles e a Globo dos “monstros” que querem a regulamentação e a democratização. E o que fazemos, no fundo, o ajuda a ampliar seu poder. Foi neste contexto que seu secretário-executivo, Cezar Alvares, teria dito a frase de que o governo Dilma não faria a regulamentação das comunicações. Aquilo não foi um deslize. Foi a assinatura de um contrato público com o povo da radiodifusão. Foi a Carta ao Povo Brasileiro de Dilma com esses setores. Eles queriam um sinal claro. Bernardo deu.

Mas não é só isso. Paulo Bernardo (e não só ele) também tem se referido a blogueiros como vagabundos e pilantras. E completa a frase com “e o governo ainda sustenta essa gente…”. Convenhamos, isso é bobagem. O que não é bobagem é que ele tem feito pressão pessoal para que ninguém mais apoie os poucos veículos que ainda recebem alguma verba publicitária. (Aliás, se você quer saber o tamanho deste apoio, leia este artigo do Miguel do Rosário.)

Nos Correios, por exemplo, a ordem é clara. Se algum centavo for destinado a esse “povo”, cabeças rolarão. Procure algo dos Correios em qualquer veículo da mídia alternativa ou livre. Mas também procure na Veja, na Globo, na Folha e no Estadão…

Azenha não está anunciando o fechamento do seu blogue por causa da Secom e do Paulo Bernardo. Mas também não está fazendo isso só por causa da Globo. Se a gente tivesse nesta luta pela democratização da mídia, mas não se sentisse sendo usado, talvez ele não tivesse tomado esta atitude.

Espero que ela ainda reflita e que um movimento cidadão o anime a seguir em frente. Azenha nunca teve um centavo de recurso público no seu blogue. E desde que o conheço nunca se mostrou interessado neste tipo de financiamento. Mas ele sonhou junto com muitos de nós que teríamos condição de melhorar a correlação de forças da comunicação no Brasil. Imaginou que tínhamos aliados. E ouviu, como eu, discursos de muitos se comprometendo com a causa.

E com o tempo passando, foi percebendo que só estávamos sendo usados. É este o exato sentimento: usados. E talvez essa sua decisão seja um sinal para um movimento que pode se tornar bastante importante. O Azenha não pode ficar sozinho nisso. É hora de refletir.

No artigo

23 comments

  1. fatima leão Responder

    Acho que devemos, antes de mais nada, impedir que qualquer blogueiro desista de lutar pelo que acredita e gosta de fazer. Em segundo lugar denunciar com mais veemência a falsa liberdade de expressão a que somos submetidos todos os dias quando uma única empresa monopoliza os meios de comunicações.
    Nós que acreditamos no poder multiplicador da internet não devemos dar trégua.Fechar um blog por imposição da Globo é reconhecer o poder dela e admitir a nossa fraqueza.

  2. carlinhos medeiros Responder

    LAMENTÁVEL! Em caixa alta mesmo! Poderia grifar de vermelho, ou das cores tucanas, mas a presidenta Dilma, tão corajosa ao enfrentar uma CPI de peito aberto, nunca moveu uma palha para ajudar a mídia livre.

    O governo do PT está aprendendo a fazer mídia livre, está se especializando na web 2.0 para que seus militantes possam fazer o trabalho de oposição na rede que construímos. Sempre ficamos à margem da cúpula petista, sempre fomos tratados como ideologistas de “esquerda” independente, que fazemos este papel apenas por amor à causa…

    É como lançar um livro, um CD, uma peça de teatro ou dança, sem absolutamente sem apoio.

    Cantei essa pedra, e, até hoje, não me arrependo de ter deletado a Bodega Cultural, criada desde 2016 para defender o Partido dos Trabalhadores, a democracia, contra o jogo sujo das elites que tomaram o poder em 64 através do Golpe Militar.

    Boa sorte ao nosso grande amigo, Azenha!

  3. Roberto Locatelli Responder

    O governo Dilma é um governo dúbio: está enfrentando banqueiros na questão dos juros, está enfrentando os poderosos investidores das elétricas na questão das tarifas de energia, mas NÃO enfrenta a mídia.

    Na questão específica do VioMundo, o pessoal no twitter está discutindo a proposta de abrir uma conta e pagar a multa que foi imposta ao Azenha.

    Na questão dos blogueiros progressistas e da mídia, acho que é hora de nos prepararmos para a guerra. A direita não se resignará a perder as eleições em 2014. Vem golpe por aí. Tio Sam precisa retomar o controle da América Latina. O PIG e a trupe midiática do joaquim estarão na ponta de lança desse golpe.

    Vamos lutar pela democratização das comunicações. Sem o governo Dilma. Contra o governo Dilma.

    1. Bucaneiro Responder

      Confundir liberdade de expressão com libertinagem de expressão tem sido algo recorrente entre aqueles que se autodenominam “blogueiros Progressistas”. Entendem que o vácuo com o fim da Lei de Imprensa é a justificativa para desferirem ataques vis e rasteiros contra aqueles que enxergam ser inimigos do projeto de poder do PT, sejam eles colegas de profissão ou mesmo ministros do STF. E uma vez que sofrem condenações judiciais por tais ataques, passam a posar de vítimas da tal “censura judicial”

    2. Claudio Freire Responder

      Roberto, para quem já participou de administrações públicas (participei como cargo de confiança em várias administrações municipais petistas na Região Metropolitana de São Paulo), não há nenhuma dubiedade nesses exemplos que você citou.

      A questão resume-se à correlação de forças políticas. Nunca se deve subestimar isto.

      No caso da comunicação, a defesa de um marco regulatório de mídia é amplamente majoritária no PT. Isso vale inclusive para os representantes petistas no Governo Dilma.

      Entretanto, uma lei desse tipo não tem maioria no Congresso Nacional. Já não tinha no Governo Lula, razão pela qual não saiu do papel também naquela época. E as dificuldades atualmente estão centralizadas especialmente no PMDB, que faz parte da base de apoio do governo. Governar tem contradições como esta sim. Faz parte do jogo, infelizmente.

      Por esta razão, sempre defendi que um projeto de lei de regulamentação da mídia seja encaminhado através de iniciativa popular, com forte respaldo das instituições e representações classistas que o apóie.

      Não tenha dúvida, o palco desse batalha é o Congresso Nacional. Engana-se quem aponta resistências no Governo como sendo decisivas nesse caso.

      1. Claudio Freire Responder

        Explicando melhor o que disse acima.

        No caso da queda de braço com os banqueiros, para diminuição dos juros, e com as Concessionárias, para diminuição das tarifas de energia elétrica, o governo tinha um objetivo desenvolvimentista, marca econômica maior do governo Dilma. E obteve o apoio tático das indústrias. A Fiesp, só para dar um exemplo, defendeu fortemente as medidas.

        No caso da regulação da mídia, a fragilidade está na base de apoio do governo. O PT e o PC do B sempre foram e continuam sendo a favor de sua implantação. Mas vários deputados e senadores do PMDB, partido importante para a governabilidade (êta palavrinha chata), foram agraciados no passado com concessões de TV ou são proprietários de jornais, simultaneamente. Exemplificam fielmente a tal da propriedade cruzada…

        Aí fica dificil. Que governo entraria com uma lei no Congresso sabendo que será derrotado?

  4. wendell dantas Responder

    esses poliicos sejam de que partido forem apenas querem se locupletar do erário! A DIlma e todos do PT que estam no governo tem muito medo e apenas querem o apoio das elites para se manterem no poder. Opovo e os jornalistas independentes e que buscam o beneficio de todos indistintamente, com acesso ao direito universal da informação, devem permanecer na luta e mostrar a todos os brasileiros, universalmente, que não podem haver privilegios de uns em detrimanento dos direitos de todos!

    A Luta AZENHA e todos que consideramos essencial o fim dos monopolios midiaticos como massificação do direito universal a informação!

  5. lacoste Responder

    Respeitando a opinião de todos
    a questão é mais ampla
    quem se mobilizae e se faz participar esta ai o convite
    Altamiro Borges via twitter

    Confirmada a reunião em defesa do blog Viomundo. Terça-feira, 2, às 17 horas, na sede do Barão de Itararé.Ajude no convite, por favor.Sede do Barão de Itararé fica na rua Rego Freitas, 454, República, São Paulo, SP.

    Propostas iniciais em defesa do Viomundo:

    1) acionar parlamentares para a denúncia da perseguição da Globo à blogosfera;

    2) campanha via internet de coleta da grana para saldar a multa de R$ 30 mil.

    3) atos na Globo contra a censura e em defesa da liberdade de expressão. 26/4 – aniversário da emissora

    4) acionar relator da ONU para liberdade de expressão para denunciar censura da TV Globo

  6. André Lux Responder

    Blogueiros “medalhões” começam a pagar pela sua falta de visão

    Em relação à censura que o blog do Luiz Carlos Azenha sofreu por parte da rede Globo, tenho algo a dizer. Não vai ser fácil, mas é algo que precisa ser dito. Vou dar uma de advogado do diabo aqui. Infelizmente esses blogueiros “medalhões” (Azenhas e afins) estão pagando agora o preço pela sua falta de visão.

    Há cerca de dois anos eu estava já sendo processado pelo PSDB de Jundiaí, via Prefeitura, e alertei todos eles em um palestra que participei em São Paulo, que contava com Paulo Henrique Amorim e Eduardo Guimarães, entre outros “medalhões”, sobre essa “judicialização” da blogosfera que estava ocorrendo e certamente só viria a piorar.

    Sugeri que todos nós blogueiros deveríamos nos unir e criar um tipo de um fundo financeiro justamente para ser usado em casos como esse do Azenha. Ninguém me deu ouvidos. Pior, nenhum “medalhão” sequer demonstrou solidariedade para comigo, talvez por eu ser um “peixe pequeno” na blogosfera. Enfrentei meu processo a duras penas, mas para minha sorte contei com a ajuda do dr. Eraze Sutti, que como o exemplar ser humano que é, não me cobrou um tostão furado para me defender. Saí vitorioso no processo em questão, mas pensei: se fizeram isso comigo, imagine o que farão contra esses aí que estão enfrentando a rede Globo e gente muito mais graúda.

    Dito e feito. Agora Luiz Carlos Azenha e outros blogueiros “medalhões” estão começando a pagar o preço pela sua falta de visão. Preferiram se unir em torno de seus próprios umbigos, proferindo palestras aqui e ali e dando autógrafos, enebriados pelo sucesso passageiro, enquanto deveriam ter ajudado a criar meios para que todos os blogueiros pudessem se unir para enfrentar o bicho de sete cabeças. Agora, me desculpem, não adianta posar de vítima e ficar dizendo como está sofrendo por ter que desembolsar largas quantias de dinheiro por causa das derrotas judiciais.

    Trata-se de uma análise fria e calculista da questão. Fico muito triste de ter que escrever essas palavras, mas, enfim… eu avisei!

    1. Renato Rovai Responder

      Caro André, publico seu comentário pra dizer que o considero além de extremamente machista, absolutamente inoportuno e infantil.
      É uma pena que você tenha preferido este caminho.
      Abs,rr

      1. Cibele Responder

        Extremamente machista? Onde?

        1. Cibele Responder

          Puxa, Rovai, agora fiquei ainda mais triste. Gosto de vocês, blogueiros mais conhecidos, e também do André. Não penso mal dele, me desculpe. Apesar de que, realmente, não é o momento mais apropriado para se criticar. Mas, haverá algum momento? Vocês estão fazendo uma autocrítica? Espero sinceramente que sim, pois acho que cabe. Pô, desgraça pouca é bobagem mesmo, além de tudo, essas brigas entre pessoas que deveriam estar juntas. O que acontece com nosso país? Será que a Globo matou tudo na raiz, mesmo?

  7. André Lux Responder

    Outra coisa: desculpe, mas não acho que a imprensa alternativa ou de esquerda deva ficar mendigando fundos dos governos. Tem que criar mecanismos para se manter sozinha. Não que eu concorde com a posição do Paulo Bernardo, pelo contrário. Mas essa choradeira contra o governo por não sustentar a imprensa alternativa é ridícula.

  8. André Lux Responder

    Assistente de Luiz Carlos Azenha me agride no facebook

    Ontem fiz uma análise crítica da situação que se encontra a blogosfera progressista, dizendo em claro e bom tom que os processos judiciais que agora os auto-intitulados “medalhões” estão sofrendo eram fáceis de prever há anos.

    Eles poderiam ter usado seu prestígio e o alto número de leitores que tem para formar um fundo financeiro para proteger toda a blogosfera. Esse dinheiro viria dos próprios blogueiros e dos leitores e movimentos sociais que achassem importante contribuir. Mas, infelizmente, eles nada fizeram para que isso se tornasse realidade. Pior, se fecharam em copas e criaram uma espécie de “clubinho dos medalhões” do qual só participa e troca informações quem eles acham ser do nível deles. É só checar o blog desses “medalhões”: eles só dão link para os blogs dos outros “medalhões”. Aqui no meu blog eu dou link para mais de 50 outras páginas progressistas.

    Enfim, eu não entrei na blogosfera para fazer parte de clubinho nenhum. E sempre fui crítico quando achei que algum blogueiro dito progressista demonstrava tendências tão ruins quanto às do pessoal do PiG que tanto criticamos.

    Eu sofri na pele a arrogância e a petulância desses blogueiros “medalhões”. Um deles, que sonha ser o oráculo da blogosfera, se achava no direito de ficar me enviando emails sobre o que eu deveria ou não postar em caixas de comentários de outros blogs. Quando mandei ele cuidar do blog dele e parar de me encher o saco, tornou-se agressivo e autoritário, se fez de vítima e saiu me atacando entre seus colegas “medalhões” (sei disso porque recebei uma cópia dos emails que eles ficaram trocando entre si).

    Agora, que estão sofrendo na pele o que outros já sofreram, posam de vítimas, de coitadinhos. Ora, os caras querem enfrentar a Globo e não se preparam para isso? Tiveram todas as chances do mundo para juntar um monte de gente e movimentos sociais para criar uma fonte de recursos para a blogosfera, mas preferiram o que? Ficar dando palestras e autógrafos para as tietes. Lamentável. Agora é um pouco tarde para chorar o leito derramado, não acham?

    Para piorar tudo, ontem postei meu texto crítico na página da assistente do Luiz Carlos Azenha, uma tal de Conceição Oliveira, na esperança que eles lessem minha análise e fizessem uma boa auto-crítica. Mas, que nada. A moça, de forma autoritária e descontrolada, apenas me ofendeu, escrevendo: “André Lux vc é um babaca ressentido, lave a sua boca ao falar de Luiz Carlos Azenha.”

    Acho importante ficar registrada essa frase da assistente do Azenha. Eu fiz uma crítica construtiva, pois acho importante que esses blogueiros medalhões façam uma auto-crítica e passem a realmente defender a blogosfera e não apenas o clubinho que criaram entre eles. Mas a assistente do Azenha vem a público me ofender, me chamando de “ressentido”. Ressentido por quê? Por não ter sido chamado para fazer parte do “clubinho dos medalhões”? Então existe mesmo o tal clubinho, é isso? Desculpe, mas é patético.

    Que fique bem claro: não tenho nada contra Azenha ou qualquer outro blogueiro “medalhão”. Pelo contrário, acho o trabalho deles importante, mesmo que só começaram a fazer isso DEPOIS de terem sido demitidos pela rede Globo, onde construíram suas carreiras e, por longos anos, concordaram mesmo que passivamente com o mau jornalismo praticado pela emissora que apoiou o golpe de 1964 e se fez durante a ditadura militar dando apoio irrestrito ao regime torturador e assassino.

    Enfim, não estranhem se amanhã esses “medalhões” se unirem para me perseguir e até me processar. Infelizmente, algumas pessoas não tem maturidade nem humildade suficiente para lidar com críticas. E, no final das contas, quem sofre são as pessoas que tinham acesso às informações importantes que toda a blogosfera divulgava e não era publicada pela imprensa de direita…

    P.S: A assistente do Azenha voltou a me atacar no facebook, desta vez com difamações: “André Lux MACHISTA E BABACA e obviamente não sabe o que significa amizade e solidariedade, vá pentear macaco que tenho uma parede pra ladrilhar. Alexandre Porto dispenso tropa de choque. Na boa, não vão ajudar, não atrapalhem.”

    Eu apenas fiz uma crítica. Alguns concordaram com ela, enquanto outros discordaram. Isso é natural na democracia. Mas ninguém tentou me desqualificar com alcunhas de baixo calão e difamações, exceto justamente a assistente do Luiz Carlos Azenha. Justamente uma pessoa que se diz porta voz da luta por democracia e liberdade de expressão. Será que sou apenas eu que vejo algo profundamente errado nisso tudo? Será mesmo que essas pessoas que lidam com críticas de forma irracional e autoritária estão realmente qualificadas para serem porta voz dessa importante luta? Que cada um chegue à sua própria conclusão antes de meter a mão em cumbuca…

    http://tudo-em-cima.blogspot.com.br/2013/03/assistente-de-luiz-carlos-azenha-me.html

    1. Antonio Luiz Responder

      Em muitas coisas acho que André Lux está certo. Quem sai na chuva é para se molhar. E isso Azenha e outros deveriam saber. Querer jogar a culpa de seus atos contra Dilma e o PT é forçar a barra. Só quem não pára para pensar embarca nessa. Azenha sabia muito bem com quem estava mexendo e das consequências que isso poderia lhe causar, como acontece. O PT e Dilma não lhe delegaram ser porta voz dos mesmos para atacar o jornalista da Globo. Ele o fez por conta própria e risco. Aliás, se o PT e muitos de seus parlamentares e ministros quisessem ser iguais ao jornalista da Globo, por certo já teriam motivos de sobra para entrarem com vários processos contra vários blogueiros que se consideram “sujos” que, por várias vezes acusam e denigrem imagens, confundindo luta política com a pura desconstrução moral do adversário. Basta ver o que se faz com Paulo Bernardo hoje, extensivo à sua esposa, que não teria, a princípio, culpa pelos atos de seu marido no ministério. Aliás, aqui mesmo, Rovai cita uma série de ouvi-dizeres a respeito de Bernado e seu assessor direto. Fotografou? Não? Então não vale de nada, a não ser para entornar mais caldo de intolerância e insensatez.
      Se a luta é política que se vá a ela. Batam diretamente na Dilma que, afinal garante Bernardo no cargo. Batam diretamente no PT que, também, garante Dilma. Mas, também, sejam Homens e responsáveis por sua atitudes. Com inteligência e um pouco de cavalheirismo, pois sem isso qualquer luta será em vão.
      Qualquer um que se dignar a percorrer os blogs que André classificou como de “medalhões” perceberá que os comentários são sempre os mesmos e eivados de pensamentos simplórios, feitos pelas mesmas pessoas que, mudam de opinião facilmente, a depender da tônica do blogueiro. É claro, existem exceções, mas elas não são persistentes. A que leva isso? Qual a consistência?
      Acho que esta é uma oportunidade a mais para se refletir sobre para onde deve ir a blogosfera, quais são suas lutas, estilos e estratégias que possam diferenciá-la dos blogueiros do tal PIG.

  9. Messias Franca de Macedo Responder

    … Existem situações que nos coloca diante de baitas interrogações e reflexões, daquelas acompanhadas por um peristaltismo perturbador das entranhas da alma!…
    … Fosse o egrégio jornalista Luiz Carlos Azenha um neófito na profissão, a pecha de oportunista e/ou sensacionalista poderia lhe ser atribuída! Diametralmente oposto, Luiz Carlos Azenha é do naipe de um, já não mais entre nós, José Silveira, ou seja, um repórter consagrado; capacidade profissional notoriamente reconhecida, hombridade indiscutível, talento comum a poucos, enfim… E por que o texto acima expõe as vísceras de um “náufrago”? Talvez porque muitos de nós naufragamos pelos córregos do mundo, enquanto alguns “virtuosos” chafurdam nos esgotos – e de lá mandam recados: “Azenha, cálice! [‘cale-se’]”… E o mundo de cá cada vez mais se torna insípido, inodoro, opaco, entediante, medíocre… E o mundo de lá? Glamouroso, pedante, estúpido… Cheiroso(!?), apesar dos – somente – excrementos…
    (… E de tanto esperar ser retirada da macieira, a maçã resolveu despencar ao solo sob o risco de, despedaçada, ser ignorada pelos famélicos!…)
    … Com toda a humildade, creio que o texto acima escrito pelo competente, honrado e impávido jornalista brasileiro Luiz Carlos Azenha é também um libelo histórico, um documento que merece ser protocolado em todas as agências e instituições nacionais e internacionais relacionadas aos direitos humanos e à liberdade… A prova cabal de que o mundo carcomido poderá tornar-se ainda mais decrépito se – ao invés de colhermos maçãs – lavarmos as nossas mãos nos bueiros que saltam dos esgotos!…
    (… A Rede Globo &$ o PIG devem ser estudados nos anais de oncologia e de teratologia!…)

    Digníssimo e radicalmente democrático Luiz Carlos Azenha, o seu legado é inefável, o seu testemunho nos arrebata e nos revigora, nos espreita um amanhã que teima em ser melhor! Parabéns! Felicidades!… E até a vitória sempre!

    BRASIL NAÇÃO – em homenagem ao ínclito, competente, honesto e intrépido jornalista Luiz Carlos Azenha.
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  10. Messias Franca de Macedo Responder

    … AO “COMPANHEIRO” PAULO BERNARDO!…

    … MAIS RAZÕES PARA O ‘VIOMUNDO’ PERSEVERAR, RESISTIR AOS CANALHAS E BEÓCIOS!…

    ###################################

    Band assume, sem problema, que CQC tentou ridicularizar Genoino
    O jornalista Maurício Stycer publicou em seu blog, nesta sexta-feira, a informação de que o uso de uma criança para chegar ao deputado José Genoino (PT-SP), no programa CQC, foi uma tentativa deliberada de expor o líder petista ao ridículo, com o uso de um menor, que teve sua imagem evidenciada em todo o país. O fato, afirma Stycer, causou “péssima” repercussão dentro da própria TV Bandeirantes e também na produtora Cuatro Cabezas, uma franquia argentina que promove atrações do gênero naquele e em outros países. Questionada, a emissora disse não ver problemas éticos no uso da criança ou na maneira agressiva com que os humoristas do CQC, travestidos de jornalistas, abordaram Genoino.
    (…)
    Na tarde de quinta-feira, enviei [jornalista Maurício Stycer] as seguintes perguntas à emissora:
    1. A Band aprova o procedimento utilizado pelo “CQC” para entrevistar Genoino?
    2. O uso de um ator-mirim, que mentiu ao deputado, não fere as normas éticas da emissora?
    3. Como a Band vê a repercussão negativa da entrevista?
    4. Por que a Band vetou, em 2012, uma entrevista com Jaqueline Roriz, na qual o CQC também mentiu para a deputada, e não vetou esta com Genoino?
    A reposta foi a seguinte: “O CQC é um programa com o foco acentuado no humor, não pretende ofender o público e sim entretê-lo. Mas, como toda atração que trabalha com esse gênero, corre o risco de desagradar algumas pessoas”.

    FONTE: http://correiodobrasil.com.br/destaque-do-dia/band-nao-ve-problema-etico-na-tentativa-de-ridicularizar-genoino/594496/?utm_source=newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=b20130330

  11. Messias Franca de Macedo Responder

    … O Paulo Bernardo é um homem do sistema! Para um carreirista, o status quo é perfumaria, adorno para um mundo do qual ele é um beneficiário, e ponto final! Ponto final, vírgula(!): não serão os Paulos Bernardos e os (In)Felicianos da vida (S)errante que nos irão indicar o caminho, as formas da lídima luta civilizatória!…

    BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende de nós!]
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  12. Messias Franca de Macedo Responder

    …FAZER DO LIMÃO UMA LIMONADA!…

    … A coleta de doações para pagar a punição [punição?!] imposta ao emérito brasileiro Luis Carlos Azenha é, de antemão, dever de todos e todas aqueles(as) que se consideram representados pelo competente, honrado e impávido jornalista. A dívida é de todos nós, sobretudo nós leitores e comentaristas. Assim sendo, não há nada de auxílio ao Azenha. O que podemos fazer, sim, é arrecadar os recursos e publicizar a campanha. A campanha a favor da democracia e da liberdade de expressão tornar-se-ia matéria jornalística, veiculada em muitos órgãos da imprensa nacional e internacional… Levar a denúncia à opinião pública, desmascarando esta organização(!) nefasta e golpista que responde pela alcunha de Rede ‘Roubo’ – perdão, ato falho -, Rede Globo. A hora é essa: calar o discurso falso moralista e hipócrita dos covardes (ir)responsáveis por esta emissora, mera concessionária pública, portanto submetida a premissas republicanas…

    … Capa da Carta Capital, talvez um bom começo!…

    Respeitosamente: quem tomará a iniciativa de produzir o documento público?…

    Hasta la Victoria Siempre!

    BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende de nós!]
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  13. Messias Franca de Macedo Responder

    AO “COMPANHEIRO” PAULO (HI)BERNARDO III!

    O PIG, REPRIMENDAS E O MARKETING DA MADRUGADA!…

    ####################

    31/03/2013 – 03h30
    Gastos para produzir discursos de Dilma na TV crescem 37%

    FERNANDA ODILLA
    DE BRASÍLIA

    O cenário é sempre o mesmo: o Palácio do Alvorada desfocado ao fundo, enquanto a câmera passeia lentamente sobre trilhos e dá movimento à imagem, sem tirar do primeiro plano a mesma personagem, sentada.
    (…)
    CACHOEIRA – perdão, ato falho -, fonte: http://www1.folha.uol.com.br/poder/1254816-gastos-para-produzir-discursos-de-dilma-na-tv-crescem-37.shtml

    ############################

    (… É a tal da coisa: o PIG quer que somente o PIG – e somente o PIG – estabeleça a comunicação do governo Dilma Rousseff com o povo!…)

    … Bem que a presidente Dilma Rousseff poderia “aproveitar a deixa” e tascar uma redução de 99% nos gastos publicitários do governo nos veículos das organizações(!) de mídias do PIG!…

    Viva o ‘Brazil’!

    República de ‘Nois’ Bananas
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  14. Messias Franca de Macedo Responder

    … O que explica o fato de um funcionário de carreira do Banco do Brasil ocupar sucessivos cargos na máquina pública federal em setores totalmente díspares da sua origem e formação?! Ou ainda: o que um ex-bancário entende de democratização das comunicações e de liberdade de expressão?! OU AINDA II: o que da biografia do Paulo Bernardo o credencia a ser uma espécie de “Severino” do PT da governança?! Ora bolas, o que da biografia do Paulo Bernardo o credencia a ser o ministro das Comunicações do Brasil?!…

    Presidente Dilma Vana Rousseff, seja grata com os(as) seus(as) verdadeiros(as) eleitores(as): convida o Franklin Martins para um bate-papo, informal num primeiro momento; redimista, num segundo!…

    República de ‘Nois’ Bananas
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

  15. Liliana Responder

    Gostaria de deixar minha modesta contribuição à discussão. Com relação ao André: há (1) uma crítica construtiva: os blogueiros podem e devem planejar, com a ajuda da blogosfera, um colchão financeiro para defender a liberdade de informação e de expressão da blogosfera. É uma luta de todos que desejam viver numa democracia e temos interlocutores privilegiados como no caso de todos os blogueiros progressistas. O resto me parece sim um ataque infantilizado a respeito dos “medalhões”. Eles são efetivamente jornalistas competentes e se tem mais visibilidade, isso é fruto tanto de sua exposição na mídia quanto de sua capacidade intelectual. Se o André tivesse seu rosto estampado na televisão, sem dúvida alguma teria mais visibilidade na net do que cidadãos comuns. Mas sem talento crítico e comunicativo, de nada adiantaria esse privilegio haja visto Guimarães, Rovai, Altamiro, Lola, Conceição Oliveira só pra citar alguns que são bem conhecidos e não são jornalistas. Suas críticas portanto caem por terra. Tem uma única crítica construtiva (falta estratégia para desafiar os poderosos) misturada a críticas revanchistas infantilizadas… Esse adjetivo revanchista é uma palavra que deveria ser pensada com carinho, porque muitas vezes a crítica na net, unida à frustração, senso de urgência, impunidade e ressentimento parece descambar facilmente para o revanchismo que é altamente contraproducente, soam como críticas rasas e improdutivas. Nós, diferentes dos orientais, precisamos diminuir o ritmo e refletir mais.

    Com relação a questão do PT e Dilma: creio que a Dilma e seu governo possuem diversos desafios a vencer, e como todo líder é preciso escolher suas batalhas. Há muita coisa em jogo no Brasil, especialmente o crescimento que possibilitaria uma salto qualitativo em diversas àreas, a imagem do país nos jogos olimpicos, ____ (complete o espaço em branco). Acho que sim, a Dilma deve atentar para a extrema importância da luta pela democratização das informações, mesmo porque somente assim será possível dar o pulo do gato (transformar-nos em nação desenvolvida e politizada). Espero e acredito que a Dilma está sim atenta a essa questão e pode estar mesmo estudando ideias, estratégias, propostas, discussões etc, enquanto segura a sanha e cobiça do setor financeiro, industrial e político-judiciário com os braços. Com relação a crítica sobre os comentários dos blogs: muitas pessoas preferem não comentar, o hábito de participar de discussões políticas não tá arraigado entre os brasileiros (ou qualquer discussão afinal o monopólio da palavra é da mídia piguenta), não se aprende o pensamento crítico na maioria das escolas, a exercitá-la, estimulá-la e ponderação com as palavras, ideias, reflexões é igualmente importante e um exercício saudável para a comunicação democrática. Não concordo que os comentários nos blogues progressitas são simplórios e inconsistentes. Como é que você pode aferir essa inconsistência eu gostaria de saber. E pelo contrário, os comentários sempre me deram vontade de retornar aos blogues e ler os comentaristas e depois, a escrever. Acho sim que tem muito comentário que incomoda isso sim, do tipo a verdade dói. Neste caso, o Rovai é altamente democrático e publicou o comentário do André, mesmo que o desagrade, assim como os outros blogueiros que li. Para mim isso é a verdadeira construção de uma comunicação democrática, aprendemos sempre uns com os outros e devemos continuar assim. O que os piguentos mais querem é a divisão e com falta de clareza e reflexão eles podem alcançar sua meta. abs

  16. Ednaldo Vieira Costa Responder

    Com essa base não passa, eles não vão legislar contra. O jeito é fazer campanha nas redes sociais, e esperar o próximo pleito e fazer bancada, aí eles vão tremer.