Eduardo Cunha explica por que é contra neutralidade na rede: “querem comunizar a Internet”

Querem comunizar a Internet, diz Eduardo Cunha   O líder do PMDB na Câmara Federal, o deputado Eduardo Cunha, acaba de publicar uma série de tweets...

Querem comunizar a Internet, diz Eduardo Cunha

 

O líder do PMDB na Câmara Federal, o deputado Eduardo Cunha, acaba de publicar uma série de tweets no seu perfil respondendo (sem responder de forma direta) ao post publicado neste blogue na tarde de ontem. Entre os tweets, segue a sequência publicada abaixo:

 

“Querem e comunizar a internet,obrigando a fornecerem de forma ilimitada a infra para qualquer tamanho de transito,com preci igual para todos.

Ou seja o consumidor paga o que não usa para os outros usarem.Isso e neutralidade?

Ninguém esta pensando no pobre consumidor.E como se a gente permitisse a urilizacao de luz a vontade e todos pagassem a mesma conta.

Quem usasse ar condicionado e chuveiro eletrico pagasse o mesmo de quem tem casa popular.

Ou seja,isso e debate ideológico,disfarçado de neutralidade.E igual a democracia dos meios de comunicação
É uma clara tentativa de confundir o debate. Não existe preço maior por conta da neutralidade. Aliás, o Brasil tem um dos preços mais caros do mundo. O custo de um mega aqui é 65 vezes mais caro do que no Japão.

Mas o mais bizarro de tudo é a tentativa de politizar a questão buscando convencer o campo conservador. O deputado diz que querem “comunizar” a internet. Se ele quer dizer que queremos tratá-la como algo do comum, de todos os cidadãos e não apenas um ambiente de negócios, tem toda a razão. Aliás, a internet foi construída para ser isso, um ambiente comum e distribuído. Sem salas de controle. Mas gente como Eduardo Cunha querem aprisioná-la.

Mas ele quer fazer outra coisa, quer usar o típico discurso dos tempos do AI-5, quando em tudo as pessoas viam ação de comunistas (provavelmente, neste caso, eles querem comer criancinhas na Internet, né, deputado?) .

Eduardo Cunha assume o posto de líder dos que querem calar a internet.

E aproveita para  atacar a todos que lutam pela democratização das comunicações.

Ele sabe bem de que lado está. E a serviço de quem. Mas nós também.

No artigo

8 comments

  1. Alexandre Willian Responder

    Mais um tópico que irá levar a uma grande discussão sem conseguir beneficiar todos os usuários da internet. Tentar trabalhar o preço unificado é um erro na minha visão, correto seria criar uma solução para o preço exorbitante, começando primeiro por uma justificativa pública das operadoras de tal absurdo. O governo tem que exigir, fiscalizar e fazer valer o bem estardo povo, não somente das empresas, deve haver um equilíbrio.

  2. Luis Responder

    Esse deputado é um safado.

  3. Luis Sergio Responder

    Rovai esse Eduardo Cunha já é conhecido desde o tempo de Telerj, veja do que a Cidinha Campos acusou a figura:
    “Em discurso no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, a deputada estadual Cidinha Campos (PDT) acusou o deputado Eduardo Cunha de ter feito negócios com o megatraficante de drogas colombiano Juan Carlos Abadía, preso em 2007 pela Polícia Federal. Segundo ela, o parlamentar teria vendido para o traficante uma casa em um condomínio em Angra dos Reis, no litoral fluminense, por cerca de US$ 800 mil dólares. O criminoso, depois, teria se arrependido do negócio e revendido o imóvel a Eduardo Cunha, pelo preço de US$ 700 mil dólares, dando ao deputado um lucro de US$ 100 mil dólares. A transação teria sido feita por meio de “laranjas”. O político negou a denúncia, em entrevista, e moveu um processo na Justiça contra a deputada Cidinha Campos.” Está no Wikipédia.

  4. FR Responder

    que palhaco, quer criar um problema inexistente para controlar a internet.

  5. Frank Responder

    Rovai, neste vídeo o Ciro conta quem realmente é o Eduardo Cunha. Seria interessante alguém cortar, editar a melhor parte e publicar para que TODOS SAIBAM. Começa aos 2:40 .

    https://www.youtube.com/watch?v=MKkkNTWu3UU

  6. Luís CPPrudente Responder

    Quando o Garotinho disse que tinha uma emenda dos porcos que poderia ser embutida na Lei dos Portos, o assinante e propositor da emenda dos porcos era justamente quem? Justamente ele, a figura sinistra que tinha poder nas Furnas no Rio de Janeiro. Esse Eduardo não é de confiança. Esse Cunha tem cara de mafioso.

  7. J.Cesar Responder

    Esse Deputado deveria se preocupar com questões mais importantes para o povo Brasileiro, em vez de tentar controlar a Internet. O povo não o elegeu para defender interesses das grandes corporações, e sim defender o interesse do povo Brasileiro. Em vez de tentar restringir e controlar a internet deveria propor, isto sim, formar de democratizar ainda mais o acesso dos menos favorecidos à internet. O povo brasileiro tem que ser mais duro com esse “tipo” de político que usa o cargo público para defender interesses privados. Já basta deste tipo de atitude.

  8. marcelo Responder

    A neutralidade da rede é inegociável. O senhor deputado lobista de teles deve receber um feed-back negativo nas urnas e, se quiser, em um emprego na iniciativa privada de louça sanitária branca, poderá defender seus patrõezinhos.