Sindicato dos Advogados processa produtores de A Lei é para Todos, filme da Lava Jato

O Sindicato dos Advogados de São Paulo decidiu processar os produtores do filme A Lei é Para Todos com o objetivo que eles revelem quem são os financiadores ocultos do longa metragem. O filme custou...

O Sindicato dos Advogados de São Paulo decidiu processar os produtores do filme A Lei é Para Todos com o objetivo que eles revelem quem são os financiadores ocultos do longa metragem.

O filme custou 14 milhões de reais e os advogados dos réus expostos consideram que seus clientes estão sendo expostos como culpados antes de sequer terem sido julgados.

A reação aos métodos da Lava Jato não se restringem mais ao campo político. No meio jurídico cada vez mais aumentam as restrições a Moro e aos procuradores de Curitiba.

Há uns meses, se o Sindicato dos Advogados tomasse uma decisão como essa, seu presidente seria execrado. Não é mais o caso. Muito pelo contrário.

No artigo