Vaccari está “muito puto” com a direção do PT

A fonte diz que o incômodo de Vaccari não se estende a seus companheiros do movimento sindical, que têm se mantido solidários a ele e à sua família.

O blogueiro conversou com uma pessoa que mantém contato frequente com o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari. Ela afirmou que ele está muito puto e chateado com a postura que o PT tem adotado em relação a ele.

Vaccari, diferentemente de Palocci, não fez dinheiro com a política e não tem patrimônio algum. Tudo o que fez durante o período que esteve na direção do partido foi em nome do partido. Por isso ele acha que sua situação deveria ser tratada com mais respeito e solidariedade pela sigla, que tem a obrigação de buscar uma saída institucional para que ele possa se defender de forma mais segura.

Segundo essa fonte, Vaccari considera que o PT deveria atuar no Congresso junto com outros partidos para que se crie caminhos legais para um acordo de leniência por práticas relativas a caixa 2, por exemplo, realizada por todos nos processos eleitorais.

Ele considera que se isso não for realizado, o PT será inviabilizado com multas astronômicas e impagáveis. E pessoas como ele, cuja atuação se limitou a tarefas partidárias, apodrecerão na prisão.

E que por outro lado, dirigentes de outras siglas criarão novos partidos e tocarão a vida. E gente como Aécio, que foi flagrado em crime, continuará livre, leve e solto para fazer política e continuar influindo nos rumos do país.

A fonte diz que o incômodo de Vaccari não se estende a seus companheiros do movimento sindical, que têm se mantido solidários a ele e à sua família.

No artigo