Renato Rovai

Blog do Rovai

Coluna política

21 de Janeiro de 2018, 12h57

A quem você está entregando o país ao se calar diante de um Cabral algemado

A defesa dos direitos humanos de Sérgio Cabral é também a defesa da democracia, por mais que alguns que se acham democratas pensem diferente.

O ex-governador Sergio Cabral foi transferido do Rio de Janeiro para Curitiba algemado pelas mãos e tornozelos e conduzido por uma dezena de policiais fortemente armados, usando balaclava, a touca ninja.

Ajude a Fórum a fazer a cobertura do julgamento do Lula. Clique aqui e saiba mais.

A cena é, como acertadamente disse o deputado Wadih Damus (PT-RJ),  um recado para Lula e aos que defendem sua inocência. Mas para além disso é a demonstração mais clara dada pelo grupo fascista que atualmente opera importantes decisões judiciais de que para eles não há qualquer limite legal.

Desde 2007, o STF estabeleceu que o uso de algemas só é lícito “em caso de fuga ou de perigo à integridade física própria ou alheia, por parte do preso ou de terceiros, sob pena de responsabilidade disciplinar, civil e penal”.

Sérgio Moro, Marcelo Bretas, Deltan Dallagnol e os agentes da PF que fazem parte da organização que está levando o Brasil há um retrocesso histórico do ponto de vista econômico e institucional não estão nem aí para o que diz a Constituição. Para eles que importa é  alimentar o desejo de justiciamento de uma parte da população.

E infelizmente uma parte da esquerda acha que isso é refresco, porque gente pobre e favelada vive isso no dia a dia.

Esse discurso compensatório é uma das chaves que abre a última porta para a instalação de uma sociedade ditatorial. Porque admite-se que já que é assim para alguns que seja para todos.

A defesa dos direitos humanos de Sérgio Cabral é também a defesa da democracia, por mais que alguns que se acham democratas pensem diferente.

É preciso defender os direitos humanos de quem quer que seja para defender a sociedade como um todo.

Aceitar que um bando organizado que se instalou em espaços de poder do meio midiático-jurídico-policial possa fazer qualquer coisa em nome de leis inexistentes não vai melhorar a vida do garoto negro que toma enquadro nas quebradas ou tiro da polícia.

Ao contrário, só vai piorar a vida dele.

Quem ordena e executa ações contra Cabral são os mesmos que defendem diminuir a idade penal, defendem pena de morte, são contra o bolsa família, são homofóbicos e dão sentença favoráveis a maridos agressores

A eles que você está entregando a chave da ditadura quando acha que foi pouco o que fizeram com o ex-governador Sérgio Cabral. Não é ao tal de  Jesus Cristo que eles dizem obedecer nos seus perfis públicos. É ao gosto de sangue que eles têm na boca.

Ou esse grupo é derrotado ou perderemos todos.