Renato Rovai

Blog do Rovai

Coluna política

26 de Abril de 2018, 08h41

Delação de Palocci: Globo e Lava Jato agem rápido para manter Lula com Moro

A manchete de O Globo de hoje é mais uma demonstração de como a Operação Lava Jato é uma ação política articulada entre o grupo de comunicação dos Marinhos e setores da PF e do judiciário. O anúncio de que o ex-ministro da Fazenda teria realizado acordo com a Polícia Federal é descarado. O lead […]

A manchete de O Globo de hoje é mais uma demonstração de como a Operação Lava Jato é uma ação política articulada entre o grupo de comunicação dos Marinhos e setores da PF e do judiciário.

O anúncio de que o ex-ministro da Fazenda teria realizado acordo com a Polícia Federal é descarado. O lead é o que segue:

“Preso desde setembro de 2016, o ex-ministro Antonio Palocci assinou acordo de delação premiada com a Polícia Federal. Fontes vinculadas ao caso confirmaram ao GLOBO que a colaboração avançou com rapidez nos últimos dias.”

Se mais explícito poderia ser algo como:

“Após a segunda turma do Supremo ter tirado o inquérito do sítio de Atibaia da jurisdição do juiz Sérgio Moro, a PF acelerou o acordo de delação premiada com o ex-ministro Antônio Palloci para que isso permita novas investigações que possam manter o ex-presidente sob o controle de Moro e da Lava Jato.”

A reportagem não tem muito mais a dizer do que confirmar o que vem sendo dito por este blogueiro desde que o processo de impeachment teve início: “um golpe não é, um golpe vai sendo”.

Palocci certamente está oferecendo à Lava Jato uma série de indícios e declarações que implicarão Lula em novas histórias de corrupção. E que darão novas convicções a Dallagnol e a Moro.

O próximo capítulo desta história será uma imensa operação com dezenas de alvos desta delação. Quase todos próximos de Lula. Quase todos relacionados à Petrobras. Para que Moro tenha material suficiente para ir condenando Lula por dezenas e dezenas de anos. E para que ao mesmo tempo possa levar para a cadeia todos aqueles que estão na linha de frente da resistência à sua prisão.

Certamente neste acordo que teria sido assinado às pressas não estará incluso o tão anunciado capítulo no qual Palocci delatava a Rede Globo .