Renato Rovai

Blog do Rovai

Coluna política

14 de Maio de 2018, 12h53

Pesquisa CNT-MDA confirma estratégia acertada do PT em manter Lula candidato

Mantendo Lula candidato, o PT faz com que a eleição de outubro seja pautada por ele

Há muitos que apontam a estratégia do PT em manter Lula candidato como um equívoco. Os mais assanhados vão além, a tratam como suicida. Pois bem, não é isso o que se pode extrair dos resultados das pesquisas eleitorais que estão sendo feitas, tanto qualitativas quanto quantitativas.

A CNT-MDA divulgada há pouco revela que 1 em cada 3 brasileiros querem votar em Lula no primeiro turno. É um atropelo, principalmente levando-se em consideração que ele está preso.

Ou seja, caiu por terra a teoria de que se Lula fosse preso seus índices despencariam no dia seguinte, o que, cá entre nós, alguns de seus assessores mais próximos ponderavam em conversas reservadas. E que teria sido tema de uma conversa do petista com um analista de pesquisas antes de ele ir preso.

Lula nem vergou, quanto mais quebrar.

No segundo turno, ele bate todos os outros adversários. E com o folga.

A Folha de S. Paulo também fez uma pesquisa quali e confirmou que o eleitorado de Lula quer votar nele e que não está disposto a trocar de candidato. Afora isso, na Vox Populi, 27% dos eleitores brasileiros dizem que votariam num candidato indicado por ele se necessário fosse.

Ou seja, mantendo Lula candidato o PT faz com que a eleição de outubro seja pautada por ele. Pois as outras candidaturas não crescem e não conseguem se aproveitar da sua ausência.

Mais do que isso, com a questão Lula colocada, as articulações ficam todas em estado de espera. Por que Álvaro Dias vai deixar de lado sua pretensão presidencial e apoiar Alckmin se Lula não se decidiu? Por que Manuela iria para a canoa de Ciro? Não é estrategicamente inteligente fazer isso enquanto Lula estiver no páreo. E se ele conseguir impor seu nome na urna (o que este blogueiro considera praticamente impossível) como ficariam os ansiosos que mexeram suas peças antecipadamente?

Enfim, é um jogo de paciência e de resistência a que Lula e o PT estão submetidos. Mas pelo que se pode extrair das últimas pesquisas, um jogo que está sendo bem jogado. O lado de lá é que precisa de candidato. O PT tem Lula, seu capital político e várias possibilidades para derrotar o golpe nas urnas.