Renato Rovai

Blog do Rovai

Coluna política

#Bolsonaro


13 de dezembro de 2018, 08h43

Sinais são de que Bolsonaro terá o mesmo fim de Colllor e Jânio Quadros

Bolsonaro, o jacaré banguela, pode estar prestes a se tornar bolsa. Nunca antes da posse um governo em primeira eleição esteve tão desgastado. Dilma e FHC viveram algo semelhante, mas nas suas reeleições.



11 de dezembro de 2018, 13h46

Fórum Onze e Meia | Rovai descasca a operação laranja da corrupção do Bolsonaro

No Fórum Onze e Meia de hoje o blogue descasca a operação laranja da corrupção do Bolsonaro. Um esquema simples e adotado por parlamentares no Brasil inteiro. De câmara de vereadores, passando por assembléias e que, como se vê neste caso, também é adotada por muitos deputados federais. Com as matérias de hoje da Folha […]


11 de dezembro de 2018, 08h47

O esquema de enriquecimento dos Bolsonaros é muito simples

Não é nada difícil comprovar a operação. Ao contrário, é barbada. Se o sigilo do tal Queiroz for quebrado vai se descobrir quem depositava o dinheiro para ele


09 de dezembro de 2018, 21h29

Bolsonaro já é um jacaré sem dentes

Bolsonaro já teve que disfarçar antes mesmo de tomar posse. Se tornou uma bolsa de jacaré. Alguém sem força pra ditar regras.


07 de dezembro de 2018, 10h04

O Brasil chega a 2019 entre 64 e 68

A cada dia que passa fica mais claro que o impeachment de Dilma foi, com todas as relativizações possíveis, 1961. Que a eleição de Bolsonaro foi 1964. E que o projeto dos militares que assumem o poder em 1 de janeiro é o de nos levar em uns dois anos a 1968, criando um novo AI-5.


02 de dezembro de 2018, 11h51

O reinado de Paulo Guedes nem começou e já pode estar chegando ao fim

Guedes já é aquele posto Ipiranga que tinha total confiança do chefe. E pode estar com seus dias de superministro contados.


25 de novembro de 2018, 14h37

A volta do efeito Orlloff: Em seis meses a Argentina foi demolida

Nas décadas de 80 e 90 usava-se o termo efeito Orlloff, cuja frase ícone de uma propaganda era "Eu sou você amanhã", para explicar que o FMI, Banco Mundial e outras instituições usavam sempre nossos vizinhos como laboratório pra implementar a mesma política econômica por aqui.


04 de novembro de 2018, 17h23

General Heleno e os impatriotas

O amor à pátria foi usado por Hitler para fazer a 2ª guerra mundial, eliminar judeus, ciganos e militantes de esquerda. Foi também a arma de Mussolini e de Franco. Tem sido usado numa lógica diferente por Trump para separar mães e filhos imigrantes em jaulas.


03 de novembro de 2018, 11h12

Bolsonaro sai das urnas do tamanho de Dilma em 2014

Os quase 61% que não embarcaram na canoa do capitão são força suficiente para desestabilizar seu governo se ele radicalizar e a democracia prevalecer.


03 de novembro de 2018, 09h55

A esquerda subestimou Bolsonaro uma vez, não é inteligente fazê-lo de novo

Bolsonaro tem muita margem de manobra para fazer jogadas impopulares e de alto risco e ainda assim sobreviver politicamente.