Blog do Valdemar

Valdemar Figueredo Filho (Dema). Cientista político e teólogo nas horas vagas. Místico de olhos abertos. Eventualmente poeta sem rima mas deslumbrado com o prosaico.

10 de março de 2016, 11h17

As pedaladas midiáticas da Rede Globo

Não acredito em surto patriótico. Os recentes movimentos das Organizações Globo, além de abruptos, são suspeitos. Partiram para o tudo ou nada. Perderam a polidez típica dos que querem afirmar a imparcialidade. Tramaram e colocaram em prática um tremendo simulacro jornalístico. Subiram o tom. Os diretores do Big Brother Brasil não fariam melhor. Suspeito que […]


+ posts

25 de novembro de 2015, 17h14

Depoimento de uma francesa: atentados em Paris e os conflitos ligados ao tráfico no Rio de Janeiro

Fim de mais um semestre. Lecionei Geopolítica considerando-a um campo de estudo e não como uma disciplina fechada. Depois do primeiro bimestre mais descritivo da Geopolítica clássica, passando por autores e conceitos consagrados, chegamos ao ponto crítico. Isto mesmo, relativizamos os conceitos de espaço fugindo do simplismo nacional/internacional. Não se trata dessa relação somente. Tendo […]


28 de outubro de 2015, 18h18

Manifesto evangélico pela saída do deputado Eduardo Cunha da presidência da Câmara

A semana é emblemática. 31 de outubro de 2015, 498 anos da Reforma Protestante. Quem teria coragem de vender farpas da cruz de Cristo? Quem teria a audácia de enriquecer pregando o Evangelho? Quem suportaria um clero suspenso no altar arrumando concessões de radiodifusão? Vamos bater lata porque os “profetas eletrônicos” não querem se pronunciar […]


26 de outubro de 2015, 08h48

Ora por mim mãinha!

Aeroporto de Recife. É madrugada. Se esperar o voo é inevitável, melhor tentar aproveitar o tempo. Enquanto a conexão não é chamada, paro de transitar nas lojas para bisbilhotar coisas supérfluas e dedico-me a espiar as pessoas em trânsito. O livro aberto no colo ajuda na figuração do sujeito distraído. Diversidade humana é algo que […]


03 de agosto de 2015, 15h17

Eduardo Cunha é a síntese da identidade da comunidade evangélica brasileira?

Não é uma pergunta retórica. Tenho dúvidas mesmo. Nunca ouvi, li ou soube de qualquer pronunciamento do Cunha sobre pobreza, desigualdade social, comunidades quilombolas, questões indígenas, reforma agrária e vulnerabilidades de segmentos sociais nos centros urbanos. “Amém Igreja?” Cunha vocaliza o projeto de redução da maioridade penal. Estabeleceu-se como um ícone dessa causa. “Amém Igreja?” […]


21 de julho de 2015, 09h35

A carta de renúncia de Cunha e o humorístico Tomara que caia

O presidente da Câmara Federal protagoniza um show de horrores. Trata-se de um gigante com pés de barro. Toma o nome de Deus em vão. Ruge como leão à espreita buscando a quem possa tragar. Em nome de Deus, ostenta discursos bizarros. Nas corridas de rua existe a figura do atleta coelho. Ele imprime um […]


06 de junho de 2015, 08h05

Corrupção, FIFA e Rede Globo

Incrível como a maturidade dos cinquenta anos pesa numa hora dessas. A Rede Globo vive tão perto de instituições corroídas pela corrupção, mas mantém o seu alto padrão de honradez. A Rede Globo eleva e derruba candidaturas, transforma pacatos cidadãos em heróis repentinos, desnuda personagens fortes no cenário nacional envergonhando-os para sempre. Talvez seja a […]


02 de junho de 2015, 10h04

Cortados R$ 70 bilhões do orçamento da educação

Descrente de que pode vir alguma coisa boa do papelão de tarja azul, o leio na tentativa de entender a retórica da intransigência. Conforme caracterizado por Albert Hirschman, tal retórica ocupa espaço no seu afã conservador com as teses da perversidade e futilidade. Quando ambas falham, apelam para a tese da ameaça. Mas eis que […]


04 de maio de 2015, 12h33

50 anos de humorístico padrão Globo

Nem Dedé, nem Mussum, nem Didi, muito menos Zacarias. Incontestável a inteligência humorística do Costinha, Jô Soares e Chico Anysio. Grandes, mas não os maiores. Gosto para tudo. Trio parada dura no quesito redação de “textos” de humor: Jabor, Bial e Galvão Bueno. Personagens hilários com força dramática elogiável: Porcina de Regina Duarte, Zeca Diabo […]


30 de abril de 2015, 08h45

Camille

Sala 3d Lado esquerdo Penúltima fileira Lugar vazio Gostaria que estivesse atrasada Mas você não veio mesmo e jamais virá Contudo lancei a sua presença porque só falamos a seu respeito Deu tempo de olhar no sistema a nota da sua prova? Sexta-feira Só pude na sexta-feira Usei o meu prazo até o limite Sua […]


22 de abril de 2015, 12h10

Ícone da “vanguarda” política da redemocratização dos anos 1980 grita da sua cobertura na Zona Sul do Rio: “Fora Dilma!”

Bem acomodado na aba esquerda da página dois do segundo caderno do Jornal O Globo. O combativo jovem guerrilheiro voltou do exílio em 1979 solfejando bandeiras de vanguardas políticas europeias. Estética libertária na agenda dos direitos individuais. Líder da Onda Verde que a partir do Rio de Janeiro atingiria outras praias. Sendo mais específico, a […]


27 de março de 2015, 13h16

Intolerância, toda e qualquer, é só para os fracos!

O ambiente medieval da academia brasileira provoca disputas. Não basta produzir, é forçoso superar o colega da esquerda e esmagar o da direita. As regras de provas de títulos são ridículas. Intelectuais se apequenam em lutas livres disputando aos gritos e tapas miseráveis editais. Logo após uma sessão de tortura ofereci carona a uma rival […]