ASSISTA
10 de Maio de 2014, 15h06

Blogueiro vai processar senador Aloysio Nunes Ferreira por agressão

Rodrigo Grassi acredita que o parlamentar pode ser processado por injúria, difamação e danos morais

Rodrigo Grassi acredita que o parlamentar pode ser processado por injúria, difamação e danos morais

Por Marcelo Hailer

O Blogueiro Rodrigo Grassi (também conhecido como Rodrigo Pilha) confirmou à Revista Fórum que vai processar o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP). Neste momento ele está estudando com o seu advogado em quais artigos vai enquadrar o parlamentar.

“Vou processá-lo sim! Em quais os artigos o advogado é que sabe especificar melhor. Mas entendo que as injúrias e ameaças contidas nos próprios vídeos, além dos danos morais por conta da detenção injusta, não podem passar em branco”, justifica o autor do blog Botando Pilha.

Grassi comenta com a reportagem que não esperava tal reação do senador. “Sobre a reação dele, confesso que não esperava tanto descontrole mental e tamanha truculência”, confessa o ativista.

Na última quarta-feira (7), Rodrigo Grassi foi entrevistar o senador Aloysio Nunes e iniciou a conversa questionando o parlamentar a respeito das funções das comissões parlamentares, quando Grassi questionou Nunes Ferreira sobre a postura do PSDB na Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP), onde o partido não permite nenhuma investigação a respeito das denúncias de corrupção no metrô paulista, o senador perdeu a cabeça e mandou Grassi “pra puta que o pariu”.

O blogueiro gravou toda a situação e divulgou na rede. Grassi denunciou o fato de ter sido preso por ter feito “perguntas inconvenientes” e que o senador o xingou e partiu pra agressão. À Agência Brasil, o tucano disse que foi ofendido pelo blogueiro. Rodrigo nega e diz que a polícia do Senado tentou impedir a publicação do vídeo.

Confira no vídeo abaixo todo o ocorrido.